in

Flamengo de luto: funcionário mais antigo do clube morre vítima do coronavírus

Publicidade

A pandemia do coronavírus segue ceifando vidas em nosso país, e atingindo as fronteiras do futebol. De acordo com informações apuradas pelo Globoesporte.com, o massagista Jorge Luiz Domingos, do Flamengo, faleceu nesta segunda-feira (04). Funcionário do clube da Gávea há 40 anos, ele estava internado em um hospital da Ilha do Governador há duas semanas após ter testado positivo para a doença. 

Aos 68 anos, Jorginho, como era conhecido por todos, acabou sofrendo uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. Até o fechamento desta matéria, o clube rubro-negro ainda não havia se pronunciado.

Publicidade

Forte identificação

Jorginho iniciou sua trajetória no Flamengo na década de 1980, tendo acompanhado a geração vitoriosa de Zico. Com o título da Copa Libertadores do Fla no ano passado, o funcionário era o único na história do clube a ter integrado as duas conquistas. Além de toda a passagem marcante pelo rubro-negro, Jorginho ainda fez parte da comissão técnica da Seleção Brasileira que faturou o Penta em 2002, na Copa do Mundo da Coreia/Japão.

Impacto da notícia

A morte de Jorginho ocorre justamente em um momento em que o Flamengo busca viabilizar a sua retomada aos treinamentos. No último fim de semana, o clube da Gávea realizou testes em jogadores e comissão técnica e ainda aguarda resultado, bem como o aval do governo do estado do Rio de Janeiro. Contudo, a notícia de um dos funcionários mais queridos, pode fazer com que o clube repense o caso.

Publicidade

Além de Jorginho, o Flamengo teve outros membros que foram infectados, entre eles o vice-presidente de consulados e embaixadas, Mauricio Gomes.

Publicidade
Next post

Denílson dá declaração polêmica sobre volta dos treinos e é rebatido por colegas

Neymar pede algo que o Barça não pode lhe dar