in

Caso Ronaldinho: cassino online levou ex-craque do futebol ao Paraguai

G1 / Cassinera
Publicidade

Ronaldinho foi um dos grandes jogadores do futebol mundial neste século. Revelado pelo Grêmio no fim dos anos 1990, o atacante se destacou por onde passou e chegou ao topo defendendo Barcelona, Atlético-MG e seleção brasileira. Em 2004 e 2005, quando estava no clube espanhol, foi eleito duas vezes o melhor jogador do mundo.

Em 2002, Ronaldinho foi importante na conquista do pentacampeonato da seleção brasileira. Em 2006, conquistou a Champions League pelo Barcelona. No Brasil, em 2013, conquistou a Copa Libertadores da América pelo Atlético-MG. Nos campos ele é reconhecido pela carreira de muito sucesso.

Ronaldinho sempre viajou muito

Ronaldinho sempre teve compromissos em muitos lugares do mundo. Um ex-atleta do porte dele costuma viajar bastante porque sempre recebe convites para participar de eventos. O ex-jogador até virou meme nas redes sociais por causa dos rolês aleatórios que costuma fazer.

Publicidade

Em 2018, por exemplo, sem ninguém esperar, ele apareceu tocando tambor na abertura da Copa do Mundo da Rússia. Quem sempre cuida de tudo é o irmão e empresário, Roberto Assis. A entrevista que Ronaldinho deu para a TV ABC Color, do Paraguai, mostra que muitas vezes ele não sabe de nada do que está acontecendo.

Publicidade

Ronaldinho foi ao Paraguai para participar de inauguração de cassino online

Ronaldinho foi convidado para ir ao Paraguai no dia 4 de março por três motivos: inauguração de um cassino online, lançamento do livro Craque da Vida e participação em evento beneficente. O jogador deixou clara a influência de Assis em todos os seus passos. “Tudo o que fazemos é com base em contratos geridos pelo meu irmão, que é meu representante”, afirmou o ex-craque do futebol.

Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Apresentador do SporTV detona possível retomada do futebol em meio à pandemia

Corinthians: saída de jogador vai render milhões ao Timão