in

Caso Ronaldinho: Assis é a ‘pedra no sapato’ na carreira e na vida de Ronaldinho

Instagram Ronaldinho
Publicidade

Ronaldinho concedeu entrevista para a TV ABC Color, do Paraguai. Em determinado momento da conversa, o ex-jogador deixou claro que quem cuida de sua carreira é Roberto Assis, seu irmão e empresário. A informação não é novidade para ninguém. Assis sempre guiou os passos de Ronaldinho e já foi criticado muitas vezes.

Durante a carreira de jogador, Ronaldinho se envolveu em duas polêmicas com o Grêmio. A primeira delas foi a saída da equipe em direção ao PSG, no começo dos anos 2000. A segunda foi a volta ao Brasil. O Tricolor se preparou para receber o jogador, organizou a festa, mas ele acabou indo para o Flamengo.

Publicidade

Ronaldinho e Assis presos no Paraguai

Os brasileiros estão presos no Paraguai desde o dia 6 de março. No dia 4, os brasileiros chegaram ao país para participar de um evento. Ronaldinho seria a grande estrela. Assis cuidou de todo o trâmite, na condição de empresário do ex-craque do Barcelona e da seleção brasileira.

Assis também teria conversado com pessoas no Paraguai sobre o recebimento de documentos. As cédulas de identidade e passaportes falsos levaram os dois para a prisão. Nas redes sociais, muita gente criticou Roberto Assis pelo ocorrido. 

Publicidade

Ronaldinho e Assis acumulam polêmicas

Além das negociações mal resolvidas no futebol, os irmãos foram condenados pela Justiça brasileira em 2015 por dano ambiental, após construção irregular em Porto Alegre. Em 2018, a Justiça determinou a apreensão dos passaportes dos dois. Para voltar a ter passaporte, eles teriam que pagar multa de R$ 8,5 milhões. O caso foi finalizado no ano passado, com pagamento de indenização. A defesa dos irmãos não revelou o valor.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Barcelona bate o martelo sobre o futuro do brasileiro Philippe Coutinho

No rival? Ceni fala sobre a possibilidade de treinar Corinthians ou Palmeiras