in

Raí detona Bolsonaro e torce por renúncia em caso de perda de governabilidade

Divulgação - São Paulo
Publicidade

O posicionamento do presidente da República, Jair Bolsonaro, acerca da postura na luta contra a pandemia do coronavírus, tem causado divergências e vem sendo motivo de críticas também no âmbito do futebol. Em entrevista ao Globoesporte.com, o diretor-executivo do São Paulo, o ex-jogador Raí, criticou asperamente o chefe do Executivo.

Temoroso quanto a uma possível volta precoce do futebol, Raí classificou as atitudes do presidente como “atabalhoadas”.

Publicidade

“Um posicionamento atabalhoado, é o mínimo que se pode dizer. Naquele momento, por exemplo, que ele deu aquele depoimento em rede nacional… Ele está no limite, muitas vezes, da irresponsabilidade”, disse o dirigente do São Paulo.

Ainda na entrevista, Raí criticou o fato de Bolsonaro “inventar” crises políticas em meio ao combate à pandemia, causando divergências até com seus próprios apoiadores, que se mostram contra certos posicionamentos.

Publicidade

Para Raí, caso o cenário piore, o mais plausível seria Bolsonaro pedir a sua renúncia, uma vez que não é momento para se pensar em um processo de impeachment.


“Se perder a governabilidade, eu torço e espero uma renúncia para evitar o processo de impeachment, que sempre é traumático. Porque o foco tem que ser a pandemia”
, pontuou o ídolo Tricolor.

A volta do São Paulo

Mesmo sem uma definição concreta para a retomada das atividades, o Tricolor já se movimenta nos bastidores para equipar o clube e garantir todas as condições de segurança para funcionários e jogadores. A aquisição de testes para o coronavírus está sendo buscada pela diretoria.

Na última terça-feira (28), a CBF realizou uma reunião com a Comissão Nacional de Clubes e liberou a retomada dos treinamentos para as equipes a partir desta sexta (1º de maio). O último jogo do São Paulo foi no dia 14 de março, quando superou o Santos por 2 a 1, em clássico do Campeonato Paulista.

Publicidade
Next post

Flamengo sonda jogador do rival e cria mau ambiente

Reforço de peso? Craque do futebol europeu bate o martelo sobre o Flamengo: ‘Quero voltar’