in

No rival? Deyverson revela se vestiria ou não a camisa de outro grande de São Paulo

Cesar Greco - Ag. Palmeiras - Divulgação
Publicidade

Emprestado pelo Palmeiras ao Getafe, da Espanha, o atacante Deyverson quer continuar atuando no futebol europeu por enquanto. Contudo, o “menino maluquinho” não descarta uma volta ao Brasil no futuro próximo. Em entrevista à Gazeta Esportiva, o jogador de 28 anos foi questionado sobre a possibilidade de vestir a camisa de um rival do Verdão e não se esquivou.

“São coisas que é para se conversar, sei que a maior rivalidade é o Corinthians, mas eu deixaria na mão do meu empresário. Se eu falar, vão achar ruim, mas eu sou a mercadoria. Um dia estou num clube, outro dia em outro. É como vender refrigerante: o cara vende Coca, Fanta, Fanta Uva, mas é tudo é Coca-Cola, entende? (risos)”, disse Deyverson.

Para não criar atrito com os palestrinos, Deyverson utilizou o seu time do coração, o Vasco, como exemplo.

Publicidade

“Por exemplo, meu time do coração é o Vasco, todo mundo sabe, nunca escondi isso, mas eu não tenho como falar ‘eu não vou’ para nenhum time”.

Publicidade

Contratado pelo Palmeiras em 2017, o atacante acumulou momentos de altos e baixos no Verdão e também inúmeras polêmicas. Neste período de clube, o jogador vivenciou o seu ápice em 2018, quando foi uma das peças importantes para a conquista do Brasileirão.

Na temporada seguinte, no entanto, o atleta não conseguiu a mesma regularidade dentro das quatro linhas e ainda protagonizou alguns episódios polêmicos no clube alviverde, o que culminou em um desgaste em sua relação para com a torcida do Palmeiras.

Contrato com o Verdão

Deyverson ainda tem vínculo com a equipe alviverde até junho de 2022, e o clube paulista confia na permanência do jogador no Getafe. Caso os espanhóis não fiquem em definitivo com o atacante, há a possibilidade de empréstimo prorrogado.

No contrato assinado entre as partes, ficou estabelecido uma cláusula de compra automática caso o jogador atue em 50% das partidas do clube e faça ao menos nove gols. O valor estabelecido para compra é de 6 milhões de euros.

Irmã de técnico de gigante da Série A morre em incêndio em Portugal

Complicou? Time inglês quer Jorge Jesus em novo projeto bilionário e liga alerta no Fla