in

Neto detona Corinthians por conta de corte de energia: ‘Pega um monte de vela’

Reprodução - Youtube
Publicidade

No último fim de semana, o Corinthians se tornou destaque nos noticiários pelo fato de ter tido a energia elétrica do Parque São Jorge cortada pela falta de pagamento. O assunto virou motivo de piada para os arquirrivais, e foi justificado pelo clube como um erro de logística. O vexame, no entanto, foi alvo de críticas ásperas do ex-jogador e apresentador Neto.

No programa os Donos da Bola desta segunda-feira (27), o ídolo do Timão detonou o clube por permitir que a sua imagem seja arranhada por um motivo tão atípico.

“Pega um monte de vela. Sorte que não tinha ninguém. Como é que eu fico pensando em futebol, em coisa séria, em fazer com que vocês, torcedores, tenham entendimento de que o meu clube tem que ser campeão? (…) Um clube como o Corinthians não é débito automático? A não ser que não tinha dinheiro na conta”, disparou Neto, que utilizou seu smartphone com um aplicativo que simula uma vela para ironizar o episódio.

Publicidade

Neto seguiu com as suas críticas afirmando que um time do porte do Corinthians, dono de uma grandiosa torcida, não poderia se dar ao luxo de cometer um erro primário como este.

Publicidade

Em nota oficial divulgada, o Timão afirmou que o restabelecimento da energia se daria nesta segunda-feira (27).

Fim das férias

Em razão da pandemia do coronavírus, os jogadores do Corinthians estão de férias coletivas até a próxima quinta-feira (30). Nos bastidores, o clube busca alternativas para viabilizar o retorno das atividades de forma limitada. Entretanto, diante do cenário vivenciado na capital paulista na luta contra o Covid-19, os planos alvinegros podem ser afetados.

O último jogo dos comandados de Tiago Nunes se deu no dia 15 de março, quando a equipe acabou ficando no empate diante do Ituano, em Itaquera, pela 10ª rodada do Campeonato Paulista.

O tropeço, combinado com a vitória do Guarani no clássico contra a Ponte Preta, complicou ainda mais a vida do time da capital na luta pela classificação. Restando duas rodadas (Palmeiras e Oeste), os alvinegros não dependem apenas de suas forças para avançar.

Publicidade
Next post

Dedé tem salário reduzido em quase 80%, recebe proposta do Atlético-MG e define futuro

Governo projeta volta do futebol brasileiro com medida preventiva: ‘Em breve’