in

Neymar é detonado por ex-companheiro: ‘não é um líder, precisa escutar mais e evoluir’

Reprodução/Metrópoles
Publicidade

Os principais campeonatos do mundo estão paralisados devido à atual pandemia do novo coronavírus e com isso muitas dúvidas e incertezas surgem na cabeça dos fãs do esporte. Neymar Jr vinha dando demonstrações de que poderia ter amadurecido como muitos torcedores esperavam, no entanto, a pausa no futebol pode impedir o atleta de alcançar seu objetivo.

Neymar em grande fase

O atacante Neymar Jr é a principal esperança da Seleção Brasileira para conquistar o título de uma Copa do Mundo na atualidade, mas fora das quatro linhas o jogador vinha se envolvendo em muitas polêmicas. Em 2020 as coisas parecem ter mudado e o astro vem sendo manchete principalmente pelo futebol apresentado.

Neymar ainda sonha com o prêmio de melhor jogador do mundo e em 2020, caso conquiste o título da Champions League, pode finalmente se aproximar do maior objetivo de sua carreira como jogador profissional.

Publicidade

Abre aspas para Rafael

O lateral-direito Rafael, de 29 anos de idade, está atualmente no Lyon e já defendeu clubes importantes na Europa, dentre eles o Manchester United. O jogador concedeu entrevista recentemente ao UOL Esportes e surpreendeu em seus comentários sobre Neymar. Confira!

Publicidade

“Neymar não é um líder. Ele consegue fazer o que faz porque é bom, se ele está focado e concentrado, ele é um dos melhores do mundo (…) Ele precisa evoluir fora do campo e entrar no jogo e dar seu melhor. Eu falo a verdade, mas as pessoas as vezes não querem escutar. Elas preferem que você diga ‘você é bom, você é mágico’, mas a vida não é assim. Eu acho que ele precisa escutar mais e se isso acontecer será difícil parar o Brasil”, afirmou o jogador deixando clara sua opinião sobre o ex-companheiro de Seleção Brasileira.

E você torcedor, concorda com a opinião do lateral-direito Rafael em relação às atitudes de Neymar? Deixe sua opinião nos comentários.

Publicidade
Next post

De saída? Barcelona pode envolver brasileiro em troca por Ndombélé, do Tottenham

Fifa toma atitude importante para ajudar clubes na crise do coronavírus