in

Goleiro Bruno treina, vídeo mostra tudo e ele sonha com volta ao futebol

G1
Publicidade

O goleiro Bruno é uma das figuras mais complicadas do futebol brasileiro. Em 2009, ele foi campeão brasileiro pelo Flamengo, era cotado para ir jogar no exterior e havia quem o pedisse na seleção brasileira. Em menos de um ano, tudo ruiu e Bruno deixou o futebol.

Em 2010, Bruno foi preso acusado de ter sido o mandante do assassinato da atriz Eliza Samudio. Os dois tiveram um filho, que leva o nome do jogador. Em 2013, Bruno foi condenado pela morte de Eliza. A pena de 20 anos foi cumprida de forma parcial e o ex-goleiro ganhou o direito de cumpri-la em regime aberto.

Bruno treina e sonha com retorno ao futebol

O goleiro Bruno tem pouco mais de 50 mil seguidores no Instagram e por lá ele exibe sua rotina. Dias atrás, o ex-goleiro do Flamengo postou um vídeo em que aparece treinando. Aos 35 anos, Bruno sonha com a volta ao futebol e assinou contrato com um clube-empresa e deve defender uma equipe da segunda divisão do Rio de Janeiro.

Publicidade

“Agradeço sempre a Deus por mais um dia respirando… Enquanto há vida, há esperança”, escreveu Bruno na legenda do vídeo, que pode ser visto abaixo. Bruno tem tentado voltar ao futebol neste ano, mas todas as equipes que manifestaram interesse nele receberam enxurradas de críticas até ameaça de patrocinadores.

Publicidade

Goleiro recebe elogios dos seguidores

O post de Bruno recebe muitos comentários. “O tempo de Deus vai chegar… Você tem que ser visto como profissional de alto nível e o que você fez ou deixou de fazer já foi resolvido e o que importa agora é que é um novo tempo e uma nova história que Deus preparou”, escreveu um seguidor do ex-goleiro.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Neymar e a opinião contundente sobre sua preparação física

Brasileirão: Globo e clubes podem entrar em rota de colisão por direitos de transmissão