in

Corinthians: Andrés Sanchez não garante Tiago Nunes até o fim do ano

Agência Corinthians / Divulgação Athletico-PR
Publicidade

Presidente do Corinthians, Andrés Sanchez foi entrevistado pelo jornalista Jorge Nicola, do Yahoo, e falou sobre diversos assuntos, entre eles sobre o treinador Tiago Nunes. O presidente do Timão é conhecido pela sua sinceridade e dessa vez não foi diferente. Ele criticou Tiago Nunes.

O treinador chegou ao Corinthians no começo do ano com pompa, mas até agora a equipe não mostrou um futebol que empolgasse. Além disso, o Timão foi eliminado na segunda fase da Copa Libertadores da América e corre o risco de cair na primeira fase do Paulistão.

Publicidade

Andrés não garante Tiago Nunes até o fim do ano

Na entrevista dada a Jorge Nicola, Andrés criticou o treinador Tiago Nunes e afirmou, abertamente, que não gostou de vê-lo criticando o Centro de Inteligência do Futebol (Cifut), departamento responsável pelas estatísticas do clube. O treinador havia dito que pediu informações sobre o time sub-20 e elas não estavam disponíveis.

Apesar das críticas feitas, Andrés afirmou que não vai demitir o treinador agora. Os maus resultados têm feito Tiago Nunes Nunes ser muito criticado pelos torcedores e pela imprensa esportiva. Apesar disso, Andrés não bancou o treinador até o fim do ano. “Não banco…. Ele pode morrer, pode acontecer um monte de coisa”, afirmou.

Publicidade

Tiago Nunes estará pressionado quando o futebol voltar

O futebol brasileiro está paralisado por causa da pandemia causada pelo novo coronavírus. Quando a bola voltar a rolar, Tiago Nunes será o treinador mais pressionado do futebol brasileiro. Sequência de resultados no pós-pandemia poderá fazer com que ele perca o cargo de treinador do Corinthians.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Inveja? Presidente do Corinthians alfineta gestão do Flamengo: ‘Que patamar está?’

Andrés Sanchez ‘cutuca’ Fla e vê risco se clube não tomar atitude: ‘Vai ter problemas’