in

Coronavírus: clube tradicional do interior paulista anuncia desistência do Brasileirão

Divulgação
Publicidade

A pandemia do coronavírus impactou de forma avassaladora os clubes de futebol. Sem receitas em decorrência da paralisação, fica cada vez mais difícil arcar com a folha salarial dos jogadores e despesas pontuais. Quando se trata de clubes de menor aporte financeiro isso se notabiliza ainda mais.

Integrante da Série D do Brasileirão em 2020, o São Caetano anunciou nesta quarta-feira (22) que solicitou junto à Federação Paulista de Futebol a sua desistência do certame nacional. Segundo o Azulão, a medida se dá em efeito da crise imposta pela pandemia.

Publicidade

“Em virtude da pandemia do Covid-19, o São Caetano Futebol Ltda encaminhou ofício nesta quarta-feira, junto à Federação Paulista de Futebol (FPF), solicitando a sua desistência da Série D do Campeonato Brasileiro. Competição que estava programada para iniciar em maio.

Esta foi uma medida bastante pensada e extrema, que infelizmente precisou ser tomada, em decorrência dos problemas e todas as incertezas que envolvem o futebol brasileiro e o seu calendário de competições”, diz um trecho do comunicado divulgado pelo time do interior paulista.

Publicidade

Risco de punição

De acordo com o regulamento da Série D, qualquer clube participante pode solicitar a desistência da competição até o dia 13 de março (50 dias antes do início da disputa). Passado deste período, a desistência seria considerada abandono. O documento aponta que o substituto será o time melhor classificado no torneio de origem do clube desistente.

O São Caetano conquistou a vaga para a Série D após conquistar a Copa Paulista. Ao vencedor da competição cabe escolher entre a Série D ou Copa do Brasil, como o Azulão escolheu o certame nacional, o XV de Piracicaba – vice campeão – ficou com a Copa do Brasil. O terceiro colocado foi o Mirassol, que tem vaga assegurada na Série D, e o quarto foi EC São Bernardo, que atua pela terceira divisão paulista.

Em rápido contato com o Globoesporte.com, a FPF informou que decidirá quem deve ficar com a vaga e fará a proposta para ver se o clube aceita ou não.

Publicidade
Next post

Zlatan Ibrahimovic especulado por time paulista: ‘aguardando resposta’

Grêmio pode receber bolada se lateral do Porto for vendido para o PSG