in

Flamengo: massagista é internado com suspeita de estar com o coronavírus

Divulgação
Publicidade

Tentando viabilizar a retomada das atividades mesmo com a pandemia do coronavírus prestes a viver o seu “pico”, o Flamengo confirmou na última terça-feira (21), que o seu massagista Jorge Luiz Domingos, mais conhecido como Jorginho, está na UTI com suspeita de ter contraído a Covid-19.

O profissional já está no clube da Gávea há décadas, chegando a integrar a delegação que faturou o Mundial de Clubes em 1981. Além disso, Jorginho também esteve presente na delegação da Seleção Brasileira que faturou o Penta em 2002, na Copa do Japão/Coreia.

A exemplo de outros funcionários do clube, Jorginho estava em casa respeitando a quarentena durante o período de pandemia. O Fla suspendeu as suas atividades no meio de março. Se for confirmado, o caso do massagista será o terceiro membro infectado com o coronavírus.

Publicidade

Publicidade

Anteriormente, Maurício Gomes de Mattos, VP de Embaixadas e Consulados, também ficou internado, mas já teve alta. Quem também acabou sendo diagnosticado com o Covid-19 foi Sandro Rilho, que ainda está internado em quadro recuperatório da doença.

Férias estendidas

Diferentemente da maioria dos clubes que anunciou a prolongamento das férias coletivas logo após a reunião com Comissão Nacional de Clubes (CNC), o Flamengo foi uma das equipes que preferiu esperar o protocolo da Ferj para tentar uma retomada das suas atividades.

Após algumas divergências nos bastidores, o time da Gávea anunciou na semana passada a extensão das férias até o dia 30 de abril. Mesmo diante do cenário de indefinição por conta da pandemia, a diretoria rubro-negra segue buscando alternativas para retomar os treinamentos e a rotina na Gávea, ciente de que se isso ocorrer será de forma limitada.

Publicidade
Next post

Atlético-MG busca novo reforço em rival paulista

CBF e jogadores tomam decisão surpreendente para ajudar na luta contra o coronavírus