in

Gigante italiano entra de vez na briga para contratar Everton Cebolinha

Lucas Uebel - Divulgação - Grêmio
Publicidade

Mesmo em meio à pandemia do coronavírus, os bastidores do mercado da bola seguem agitados e com rumores de possíveis transações. Protagonista no Grêmio nos últimos anos, o nome de Everton Cebolinha voltou a ser cotado no continente Europeu. Após interesse de ingleses e alemães, o atacante foi cotado em um gigante italiano nesta segunda-feira (20).

De acordo com o jornal italiano La Stampa, o Milan voltou a demonstrar interesse na contratação do jogador do Grêmio de 24 anos. Contudo, o periódico lista alguns pontos que podem surgir como entrave para o avanço das tratativas. Um deles é o alto valor de mercado do jogador, e também a divisão dos direitos federativos do jogador, uma vez que o Cebolinha é ligado ao seu empresário, um investidor e o Fortaleza.

No ano passado, o Milan já havia procurado o Tricolor para negociar Cebolinha. O time italiano ofereceu uma proposta fixada em 30 milhões de euros (cerca de R$ 135 milhões na cotação da época). O Tricolor, por sua vez, declinou da oferta e ainda fez uma contraproposta de 40 milhões de euros (cerca de R$ 181 milhões), mas as partes não chegaram a um acordo.

Publicidade

Outros interessados

O Milan não é o único interessado na contratação de Everton Cebolinha no Velho Continente. Atualmente comandando o Everton, da Inglaterra, o experiente técnico Carlo Ancelotti já manifestou o desejo de contar com o atacante do Tricolor.

Publicidade

Além dos Toffees, o Borussia Dortmund também aparece no páreo. O time alemão espera negociar a joia Jadon Sancho junto ao Manchester United para embolsar cifras milionárias que poderão ser utilizadas na investida por Cebolinha.

Everton tem contrato com o Grêmio até o fim de 2023, e sua multa rescisória para o exterior foi fixada em 120 milhões de euros, o equivalente na cotação atual à R$ 691 milhões.

E você torcedor gremista, acha uma boa vender Cebolinha neste período de crise por conta do coronavírus?

Publicidade

PSG pede dois craques por Neymar, mas fãs duvidam que valha a pena

Ex-meia do Corinthians revela mágoa com o clube: ‘Fui obrigado a ser emprestado’