in

Flamengo: Bandeira diz que tragédia do Ninho não teria acontecido se ele fosse presidente

Divulgação Flamengo
Publicidade

Eduardo Bandeira de Mello é apontado por muitos como o grande responsável pelo sucesso atual do Flamengo. Presidente do Rubro-negro antes de Rodolfo Landim, Bandeira organizou as contas da equipe e possibilitou que investimentos fossem feitos.

Bandeira de Mello presidiu o Flamengo entre 2013 e 2018. A fase sem títulos importantes foi compensada no ano passado, com as conquistas do Campeonato Brasileiro e da Copa Libertadores da América, depois de investimento milionário.

Publicidade

Ex-presidente fala sobre Tragédia do Ninho

Eduardo Bandeira de Mello concedeu entrevista e comentou a tragédia ocorrida no Ninho do Urubu. Dez jovens da base morreram no incêndio. Para o ex-presidente do clube, o Flamengo teve a oportunidade de resolver tudo no início, com a defensoria e o Ministério Público. Até hoje, casos correm na Justiça.

Segundo Bandeira, isso é muito ruim para a imagem do clube. Nas redes sociais, sempre que novas notícias vêm à tona, o Flamengo é muito criticado por alguns internautas por ainda não ter resolvido a situação de algumas famílias. 

Publicidade

Bandeira diz que tragédia não teria acontecido

Bandeira de Mello foi ainda mais enfático em suas palavras. “Se eu ainda fosse presidente, tenho quase certeza que não teria acontecido. Fiquei lá seis anos e não aconteceu nada”, afirma o ex-presidente do Flamengo. Bandeira disse também que não sabe quais foram as causas do incêndio.  

Por fim, o ex-mandatário do time de maior torcida do Brasil afirmou que espera que o inquérito
mostra a verdade. Segundo Bandeira de Mello, inocentes, inclusive ele, estão sendo acusados de forma injusta pelo incêndio ocorrido em fevereiro do ano passado.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Felipe Melo pede para Ibrahimovic jogar no Palmeiras e aguarda resposta

Coronavírus: patrocinador de Atlético-MG e Cruzeiro suspende pagamento e manda recado