in

Jogadores da Roma adotam postura surpreendente para ajudar clube na crise

Divulgação - Roma
Publicidade

Em meio à pandemia do coronavírus, os clubes se preocupam de forma intensa com a questão financeira para não mergulharem em um colapso. Engajados e conscientes das dificuldades neste período, os jogadores e comissão técnica da Roma deram mais um exemplo impressionante.

Para ajudar o time da capital, o grupo liderado pelo técnico Paulo Fonseca resolveu abrir mão de quatro meses dos seus respectivos vencimentos para diminuir os impactos da crise em decorrência do Covid-19. Os atletas e toda comissão técnica ficarão sem receber de março até o mês de junho.

O anúncio foi feito pelo próprio clube nas redes sociais. Além desta iniciativa, os jogadores da Roma ainda se comprometeram a ajudar no custeio dos salários de outros funcionários do clube. Em razão da crise, muitos empregados do time Giallorossi entraram no sistema de segurança do governo. A ação dos atletas tem como objetivo fazer com o que os mesmos possam receber seus vencimentos de forma regular.

Publicidade


“Sempre conversamos sobre a união na Roma e, voluntariamente, cortamos seus salários pelo resto da temporada. Os jogadores, o técnico e sua comissão provaram que realmente estamos nisso juntos. O capitão do clube, Dzeko, todos os jogadores e o técnico Paulo Fonseca demonstraram entender o que esse clube representa. Também agradecemos a todos pelo excelente gesto em relação aos funcionários deste clube”
, disse o executivo-chefe Guido Fienga.

Publicidade

Último compromisso

A Roma foi um dos primeiros times da Itália que parou as suas atividades em decorrência do coronavírus. A última vez que os comandados de Paulo Fonseca entraram em campo no foi dia 1º de março, quando superaram o Cagliari pelo placar de 4 a 3, em confronto do Campeonato Italiano.

Com 45 tentos somados, o time da capital figurava na quinta colocação do certame, três tentos a menos em relação à Atalanta – primeiro time na zona classificatória da Champions League.

Publicidade
Next post

Palmeiras muito perto de perder um de seus maiores talentos

Craque do Flamengo não quer voltar a jogar no time carioca