in

Flamengo pode conseguir craque do Santos

O Globo
Publicidade

O Flamengo parecia estar em um patamar acima de todos os outros, no início da temporada. O time carioca conseguiu transpor esse nível elevado do ano passado para o início desse e tudo parecia estar correndo bem. Porém, os outros times precisam responder rápido, tentando travar essa hegemonia que o Mengão quer levar para o futebol brasileiro. A pandemia do novo coronavírus acabou colocando tudo em suspenso, mas antes de isso, estava dando para entender que alguns times estavam melhorando. 

Santos em fase de crescimento

Esse seria o maior objetivo de vários times brasileiros, que querem fazer vida difícil para o Flamengo. Novos treinadores, novos reforços e o próximo mercado poderia ter mais novidades ainda, quando o futebol brasileiro vai mexendo muito, aumentando mais ainda o nível. Nesse sentido, o Santos também estava reagindo para essa supremacia do Mengão. 

Para enfrentar o time de Jorge Jesus, o Santos escolheu também um treinador português bem experiente. Jesualdo Ferreira estava só começando, e essa paragem até poderia dar um pouco mais de tempo para o treinador. Aliás, diferente de Jorge Jesus, Jesualdo não saiu do Brasil durante essa pandemia. O treinador continuou em São Paulo, mais perto de seu trabalho e de seus jogadores, para quando tudo retornar na normalidade que todos estão desejando. 

Publicidade

Marinho e o ‘sonho’ do Flamengo

Jesualdo Ferreira sentiu dificuldades no início, chegou mesmo a se falar em seu despedimento, mas ele seguiu e as coisas pareciam estar melhorando. O treinador estaria agora com mais tempo para reorganizar seu elenco, quando um jogador seu, Marinho, vai abrindo a porta do rival Flamengo. 

Publicidade

O atacante brasileiro, de 29 anos de idade, revelou que espera atuar ainda no Flamengo, por ser o “sonho” de seu pai. O craque se imagina atuando ainda no Santos por mais um tempo, mas não escondeu esse seu desejo de jogar com a camisa rubro-negra. Foi durante uma live, na mídia social, que Marinho deixou essa possibilidade assim em aberto. 

O Flamengo sempre foi um sonho do meu pai. Tive algumas oportunidades de jogar lá, mas nunca dependeu só de mim. Tive essa chance depois de sair do Vitória. É o sonho do meu pai me ver jogar no Flamengo, mas nem sempre dá para realizar o sonho das pessoas. Pode ser mais para o final da carreira“, revelou Marinho.   

Publicidade
Next post

Ingresso de partidas do Corinthians entrará como crédito para torcedores

José Dalai Rocha bate o martelo sobre interesse em Kléber no Cruzeiro: ‘arma secreta’