in

Conmebol toma decisão importante para o futuro das Eliminatórias e Libertadores

Divulgação - Conmebol
Publicidade

Em meio ao cenário de indefinição do calendário do futebol, por conta da pandemia do coronavírus, a Conmebol tomou decisões importantes durante uma reunião realizada por videoconferência nesta sexta-feira (17).

A entidade que rege o futebol sul-americano se comprometeu a não mudar o formato das Eliminatórias da Copa do Mundo, que teriam início em março deste ano, e também cravou que a Copa Libertadores e Copa Sul-Americana serão concluídas.

Publicidade

A intenção da Conmebol em conjunto com a Fifa é realizar os primeiros jogos das Eliminatórias entre 4 e 8 de setembro. Vale lembrar que a estreia da Seleção Brasileira ocorreria no dia 21 de março, diante da Bolívia, na Arena de Pernambuco, e posteriormente os comandados de Tite enfrentariam o Peru, em Lima.

Interrompidas em seus respectivos inícios, a Libertadores e Sulamericana não têm prazo fixado de retorno. Contudo, a entidade garantiu a conclusão das mesmas ainda em 2020. A reunião também serviu para definir novamente a disputa da Copa América para os meses de junho e julho de 2021, tendo como sede a Argentina e Colômbia.

Publicidade

Leia parte da nota da Conmebol

“Todos os participantes da reunião concordaram que até o dia de hoje a prioridade continua sendo preservar a saúde da grande família do futebol sul-americano e, portanto, dadas as recomendações atuais de organizações internacionais no campo da saúde pública, bem como as indicações de autoridades sanitárias de cada um dos países das Associações Membro, ainda não foi definida uma data para a retomada da CONMEBOL Sul-Americana e da CONMEBOL Libertadores 2020”.

Ainda, a nota esclareceu o assunto do dia. “Na reunião também foi destacada a determinação da Confederação de finalizar esta edição 2020 de ambos os torneios“, diz um trecho do comunicado divulgado pela entidade sul-americana

Cenário na Libertadores

O torneio continental foi paralisado antes do início da terceira rodada da fase de grupos. Entre os times brasileiros, Flamengo, Palmeiras e Santos ostentavam 100% de aproveitamento. Já Grêmio, São Paulo e Athletico Paranaense figuravam no segundo posto de seus respectivos grupos.

A retomada do futebol no continente depende do restabelecimento da normalidade e eliminação dos riscos vindos da pandemia, para que as fronteiras entre os países sejam abertas normalmente.

Publicidade
Next post

Conmebol toma decisão sobre Copa Libertadores 2020 e surpreende muita gente

Caso Ronaldinho: craque sofre duro golpe financeiro em meio à prisão no Paraguai