in

Caso Ronaldinho: empresária segue foragida e craque pode se dar mal: ‘pena de 3 a 10 anos’

Instagram Ronaldinho
Publicidade

O mundo todo continua acompanhando o caso Ronaldinho. O ex-craque do futebol mundial está preso no Paraguai desde o dia 6 de março. Ronaldinho e Roberto Assis, seu irmão e empresário, foram detidos no dia de 4 março, em hotel de Assunção, com cédulas de identidade e passaportes falsos.

A situação dos irmãos brasileiros se complicou no dia 6, quando foram enviadas para a Agrupación Especializada de Assunção, presídio de segurança máxima montado em um quartel da capital do Paraguai. O local abriga integrantes do crime organizado e ex-policiais que cometeram crimes.

Empresária Dalia López segue foragida

A empresária Dalia López é um dos principais nomes envolvidos no caso. Ela é dona da empresa responsável por levar Ronaldinho ao Paraguai para participar de um evento beneficente. A empresária também seria a responsável por entregar os documentos falsificados para Ronaldinho e Assis.

Publicidade

A defesa de Dalia entrou na Justiça para que ela possa responder à acusação de falsificação em liberdade. “Entrei com a ação porque estou em perigo iminente de ser privada da minha liberdade física”, diz a empresária no habeas corpus genérico apresentado ao juiz penal Rolando Duarte.

Publicidade

Ronaldinho pode pegar até 10 anos de cadeia

No mês passado, o especialista em direito penal internacional, Acácio Miranda, concedeu entrevista a um canal de TV e falou sobre a prisão de Ronaldinho. Para o especialista, àquela altura, a situação era complicada. “A pena vai de três a dez anos mais ou menos, pela lavagem (de dinheiro). Pela falsificação é um pouco menor, de um a cinco anos”, afirmou.

Para Ronaldinho ser condenado a até 10 anos de detenção, as investigações teriam que chegar a um esquema de lavagem de dinheiro. Do contrário, a condenação para falsificação é de até cinco anos. Independente da pena, o ex-craque do Barcelona e da seleção brasileira se envolveu em uma situação complicada.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

De saída? Grêmio bate o martelo e fixa multa rescisória milionária para saída de joia

Sport busca atacante do Grêmio, mas cifras estão fora da realidade