in

Mercado da bola: Palmeiras perde promessa da base sem ganhar um centavo

Divulgação Palmeiras
Publicidade

O Palmeiras adotou uma estratégia diferente para este ano. Depois de gastar muito dinheiro com dezenas de contratações nos últimos anos, a diretoria do Verdão decidiu não investir pesado em novos jogadores. Um dos objetivos, ao contratar Vanderlei Luxemburgo, foi dar espaço aos novos valores da base do clube.

O Palmeiras, que nunca conquistou a Copa São Paulo de Futebol Jr., e ganhou até música provocativa dos rivais por causa disso, começou a dar espaço para a base e promessas como Gabriel Veron e Gabriel Menino têm se destacado. Historicamente, o Verdão nunca foi de dar espaço aos garotos da base, diferente dos arquivais Corinthians, São Paulo e Santos.

Palmeiras perde meia de graça

Em meio à valorização dos garotos da base e aproveitamento de alguns deles no time profissional, o Palmeiras também contabiliza perdas. O meia Tomás, que atuou nas categorias de base do Verdão no ano passado, deixará o clube sem qualquer custo.

Publicidade

Para qualquer equipe, perder uma joia da base de graça não é nada bom. O meia Tomás ainda tem vínculo com o clube, mas seu contrato está próximo do fim. Ele vai defender o Leganés, da Espanha, assim que seu contrato acabar.

Publicidade

Tomás não foi aproveitado

A saída de Tomás do Palmeiras se deve, basicamente, a um motivo: ele não foi aproveitado pela comissão técnica na equipe profissional. Luxemburgo optou por não usar o jovem. Diante desse cenário, o staff de Tomás achou melhor que ele saia e vá defender a pequena equipe da Espanha. Caso se destaque no Leganés, Tomás pode ter a chance de defender equipes maiores da Espanha.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Caso Ronaldinho: defesa do ex-craque corre para conseguir autorização para volta ao Brasil

Santos: Carlos Sánchez e as propostas de Palmeiras, Atlético-MG e Grêmio