in

Cruzeiro: medalhão assume culpa pelo rebaixamento no Brasileirão

Vinicius Silva / Cruzeiro
Publicidade

A torcida do Cruzeiro ainda aponta culpados pelo rebaixamento da equipe no Campeonato Brasileiro do ano passado. Alguns medalhões deixaram a equipe, outros ficaram e o time celeste vai jogar a Série B deste ano e tem como principal objetivo retornar à primeira divisão do Brasileirão.

O Cruzeiro foi rebaixado pela primeira vez em sua história e deixou o seleto grupo de equipes que nunca haviam caído no torneio nacional. A Chapecoense também estava no grupo, mas acabou rebaixada. Flamengo, São Paulo e Santos são os únicos que nunca caíram.

Robinho assume a culpa pelo rebaixamento

O meio-campista Robinho, que chegou ao Cruzeiro após negócio envolvendo o Palmeiras, seu ex-clube, conversou com o canal do Youtube Bate-Papo Cabuloso e deu detalhes sobre situação do Cruzeiro. O jogador não participou da reta final do Brasileirão devido a uma lesão no joelho, mas se sente culpado pela queda.

Publicidade

“Eu machucado tive propostas de times top da Série A que vão brigar por títulos esse ano com certeza, e eu decidi não ir. Acho que fui também um dos responsáveis pelo rebaixamento e me senti na obrigação de ajudar o time a voltar, por isso aceitei ficar, porque eu gosto daqui, meu filho é extremamente cruzeirense”, afirmou Robinho.

Publicidade

Filho de Robinho é cruzeirense

O filho do meio-campista é torcedor fanático do Cruzeiro e este foi um dos motivos que levou o meio-campista a permanecer na equipe. Segundo Robinho, seu filho chegou a ficar sem falar com ele devido à queda para a segunda divisão. O menino também afirmou que vai a todos os jogos do Cruzeiro para ajudar a equipe a subir para a primeira divisão.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Caso Ronaldinho: craque busca R$ 8,3 milhões na Europa e paga fiança para deixar prisão

Neymar no Flamengo? A real chance do clube assinar com o craque