in

Mercado da bola: Atlético-MG vai atrás do atacante Keno, ex-Palmeiras

Divulgação Palmeiras
Publicidade

O Atlético-MG está movimentando o mercado da bola 2020. A equipe comandada por Jorge Sampaoli trabalha para montar uma equipe forte para a disputa do Campeonato Brasileiro e tem ido atrás de nomes pedidos pelo argentino. Sampaoli assinou contrato com o Galo tendo em vista a promessa de que recebia reforços para montar um time em condições de jogar de igual para igual com os melhores do Brasil no momento.

Atlético-MG entra em contato com representante de Keno

O atacante Keno pertence ao Pyramids, do Egito, mas está emprestado ao Al-Jazira, da Arábia Saudita. O jogador lesionou o joelho em outubro do ano passado e disputou apenas 18 partida pela equipe arábe, marcando três gols nestes jogos. O Atlético-MG entrou em contato com o empresário do atleta.

Publicidade

Edson Neto foi contatado e o interesse do Galo era saber se o atacante está disponível para retornar ao Brasil. Keno defendeu o Palmeiras, onde chegou em 2017 contratado por Alexandre Mattos, hoje homem forte do futebol do Atlético-MG e ligado no mercado para buscar contratações.

Atlético-MG agita o mercado
e quer brigar no Brasileirão

O treinador Jorge Sampaoli chegou ao Atlético-MG com o objetivo de brigar com o Flamengo. A equipe de Jorge Jesus é a favorita para conquistar o Campeonato Brasileiro deste ano. O torneio disputado em pontos corridos favorece quem tem melhor elenco.

Publicidade

Eliminado da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana, ainda sob o comando de Dudamel, o Atlético-MG quer reforçar a equipe. Além do Flamengo, Palmeiras, Grêmio, Internacional, São Paulo, entre outros, também serão adversários difíceis no torneio nacional.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Flamengo: Rodolfo Landim abre o jogo e fala a verdade sobre interesse em Neymar

Rodolfo Landim fala sobre compra de Neymar e como o Flamengo pode se igualar aos europeus