in

Caso Ronaldinho: com visitas vetadas, celular emprestado é a solução para contato

Metrópoles
Publicidade

Ronaldinho e Assis estão presos na Agrupación Especializada de Assunção, no Paraguai, desde o dia 6 de março. Na segunda-feira, eles completam um mês atrás das grades e devem ficar por lá mais algum tempo. A Justiça paraguaia só volta a funcionar normalmente no dia 13 de abril. O coronavírus parou o país.

A pandemia atingiu praticamente todos os países do mundo, e o Paraguai agiu rápido, tomando medidas restritivas assim que o problema começou. Devido a isso, estão proibidas visitas. Apenas os advogados podem conversar com seus clientes. 

Ronaldinho e Assis têm direito a celular emprestado

Ronaldinho e Assis driblam a falta de visitas na prisão com um aparelho celular emprestado pela administração da prisão. A informação foi divulgada pelo Blog do Perrone. De acordo com Blas Vera, administrador da Agrupación Especializada, um telefone é emprestado aos detentos. “Emprestamos um telefone em algumas ocasiões. É Assis quem o usa”, afirmou. O aparelho é emprestado de uma a duas vezes por semana para que falem com familiares.

Publicidade

Assis é empresário e praticamente um mentor de Ronaldinho, além de ser irmão do ex-craque do Barcelona. Para algumas pessoas, muitas das decisões erradas tomadas por Ronaldinho tem a ver com Assis. A saída do Grêmio para o PSG e a ida para o Flamengo, após negociar com o Grêmio, são exemplos.

Publicidade

Investigação do caso continua

A investigação segue em curso. O Ministério Público do Paraguai monta a teia que pode ter levado Ronaldinho e Assis para a prisão, após eles entrarem no país com cédulas de identidade e passaportes falsos. Uma das linhas de investigação gira em torno de um esquema de lavagem de dinheiro.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Jorge Jesus: salário, luvas, prêmio e auxílio moradia são revelados em contrato

Lucas Paquetá: de saída do Milan, craque tem destino quase certo