in

Goleiro Bruno e o polêmico empresário por trás de sua volta ao futebol

G1
Publicidade

O goleiro Bruno está próximo de voltar ao futebol. O ex-jogador do Flamengo, aos 35 anos, está em regime de prisão domiciliar e tem autorização da Justiça para voltar a praticar o esporte profissionalmente. O problema, para ele, é que ninguém o quer em suas equipes. Ou melhor, queria.

Bruno usou as redes sociais para anunciar que foi contratado por um clube-empresa chamado J. Winners, que tem base na Europa e um CEO brasileiro: Jaime Marcelo Conceição. Ele foi apresentado a ao goleiro Bruno pela advogada Gislaine Nunes, que faz a defesa do ex-jogador do Fla.

Publicidade

Empresário de Bruno acumula polêmicas

Jaime Marcelo Conceição afirmou que está acostumado com repercussões negativas. A fala do empresário tem uma explicação. Ele tem um longo histórico de polêmica no MMA. Em 2012, Jaime foi alvo de investigação por parte de fãs e outros lutadores de MMA após ser derrotado no Jungle Fight 39, disputado no Rio de Janeiro, e notificar que tinha 135 com 134 vitórias em seu cartel.

Jaime foi execrado e se afastou da luta. O cartel foi atualizado em seu site para 32 vitórias em 34 combates. Atualmente, o ex-lutador afirma que faz a gestão de um clube da terceira divisão de Luxemburgo e administra a carreira de jogadores e treinadores de equipes pequenas do Brasil.

Publicidade

Jaime quer Bruno de volta ao futebol

Em entrevista, Jaime falou sobre o retorno do goleiro Bruno ao futebol. “Conversando com o Bruno eu identifiquei nele, sim, a possibilidade de ser colocado novamente no mercado”, afirmou o empresário, que vai colocar o ex-goleiro do Flamengo em um time da segunda divisão do Rio de Janeiro. O nome da equipe é mantida em sigilo.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Saiba como Ronaldinho chegava para os treinos no Atlético-MG e o que ele gostava de comer

Jorge Jesus e a revelação surpreendente: ‘Gostaria de treinar o Porto’