in

Saiba como Ronaldinho chegava para os treinos no Atlético-MG e o que ele gostava de comer

Divulgação Atlético-MG
Publicidade

Ronaldinho passou pelo Atlético-MG entre 2012 e 2014 e tornou-se ídolo da torcida do Galo. Pela equipe mineira, o jogador conquistou a Copa Libertadores da América de 2013. Este era o maior sonho da torcida atleticana e também um dos objetivos da carreira de Ronaldinho, que já havia vencido a Champions League pelo Barcelona, em 2006.

Ronaldinho era muito querido pela torcida e bastante assediado pelos jornalistas. Após os treinos, ele fazia de tudo para ter que dar entrevistas e saía de fininho, sem ninguém ver. Segundo Eudes Pedro, ex-auxiliar do técnico Cuca, ele gostava de todo mundo, mas tinha pavor de dar entrevistas depois dos treinos.

Ronaldinho chegava para o treino já vestido

O camisa 10 do Atlético-MG tinha um jeito inusitado de chegar aos treinos. Ele costumava chegar vestido com o uniforme e de chuteira, faltando cinco minutos para o treinamento começar. Um dia, segundo Eudes, Cuca marcou o treinamento para as 10h, mas Ronaldinho só chegou 10h15.

Publicidade

“O Ronaldinho falou: ‘Ô Cucão, o que houve?’ O Cuca respondeu: ‘O treino é às 10h e você chegou às 10h15’. Ele respondeu: ‘A culpa é do motorista. Eu falei para ele que era às 10h, mas ele me mandou ir essa hora!'”, recordou Eudes.

Publicidade

Só macarrão após os treinamentos

O Atlético-MG treinava em dois horários, como a maioria dos clubes brasileiros. Após o treino da manhã, os jogadores almoçavam. Ronaldinho gostava de comer apenas uma coisa: macarrão ao alho e óleo. Este era o prato preferido do jogador que foi eleito duas vezes melhor do mundo, em 2004 e 2005.

Segundo Eudes, não adiantava dar outra comida para o camisa 10 do Galo. “Era o que levantava a moral dele”, afirmou o ex-auxiliar de Cuca. Após o almoço, Ronaldinho se reunia com os colegas de elenco e ficavam contando histórias e dando risada.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Botafogo surpreende: estrela mundial a caminho

Goleiro Bruno e o polêmico empresário por trás de sua volta ao futebol