in

Mercado da bola: Palmeiras vai atrás de meia de R$ 20 milhões com aval de Luxemburgo

Divulgação Palmeiras
Publicidade

O Palmeiras está de férias, devido à pandemia causada pelo novo coronavírus, mas os dirigentes seguem de olho no mercado da bola, em busca de reforços para a equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo. O Verdão terá uma frente de jogos importantes quando o futebol retornar – ainda não há previsão em relação a isso.

O Palmeiras está no Campeonato Paulista e na Copa Libertadores da América. A equipe disputará também a Copa do Brasil, onde entrará direto nas oitavas de final, e o Brasileirão. Com um calendário mais enxuto no segundo semestre, os jogos importantes vão se acumular semana após semana. Esta é a tendência.

Pedeo Aquino é alvo do Palmeiras

O volante peruano Pedro Aquino, de 24 anos, interessa ao Palmeiras. O jogador atua no León, mas pertence ao Monterrey, do México. Ele também defende a seleção do Peru. Aquino foi oferecido ao Palmeiras. no Transfermarkt seus direitos econômicos valem 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 8,5 milhões na cotação atual).

Publicidade

O valor da pedida do Monterrey, porém, é maior. O clube tem o objetivo de repassar 100% dos direitos econômicos do jogador por 3,5 milhão de euros (equivalente a R$ 20 milhões na cotação de hoje). O objetivo do Palmeiras é comprar 50% dos direitos e comprar a outra metade caso o desempenho do atacante seja satisfatório.

Publicidade

Palmeiras quer fechar grupo

Em meio à paralisação do futebol, o Palmeiras trabalha para fechar seu grupo para o restante da temporada. Os atletas do clube estão em férias até o próximo dia 20 de abril. Ainda não se sabe quando o futebol voltará a ser jogado no Brasil.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Jorge Jesus fora do Flamengo? Rubro-negro é apenas a segunda opção em enquete

Sem renda, árbitros desemparados e desesperados recebem adiantamento da CBF