in

Atlético-MG: Dudamel abre o jogo e aponta erros da diretoria do Galo: ‘experiência amarga’

Divulgação Atlético-MG
Publicidade

Rafael Dudamel ficou apenas 10 partidas no comando do Atlético-MG. O treinador chegou ao Galo no começo do ano, na onda de técnico estrangeiros que chegaram ao Brasil, e foi demitido após eliminações traumáticas na primeira fase da Copa Sul-Americana e da Copa do Brasil.

A eliminação diante do Afogados da Ingazeira já está sendo considerada o maior vexame de um time grande na história do torneio. Diante dos resultados ruins, Dudamel caiu e só agora o treinador venezuelano abriu o jogo sobre o momento que viveu.

Publicidade

Dudamel fala sobre saída do Atlético-MG

Em entrevista à Rádio Caracol, da Colômbia, Dudamel afirmou que o tempo curto em que ficou no Atlético-MG o fez refletir. Ele falou sobre o aprendizado neste momento. “Aprendizagem muito boa, produto de uma experiência amarga, pois tínhamos expectativa”, afirmou o treinador.

Na mesma entrevista, Dudamel afirmou que tem que assumir responsabilidades diante das derrotas e eliminações já que era o treinador da equipe. Em seguida, o treinador falou também sobre a diretoria do Atlético-MG e repartiu as responsabilidades.

Publicidade

Ex-treinador fala sobre diretoria do Galo

Dudamel afirmou que a responsabilidade de perder e ganhar uma partida é dos jogadores e do treinador. “Os dirigentes também têm que ser encarregados desta responsabilidade. Fora do campo, claro, a formação de um plantel, os diretores têm que trabalhar para poder ter uma equipe bem estruturada para poder ganhar”, afirmou o venezuelano, deixando claro que não tinha o time ideal em mãos para trabalhar.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Wendell fala sobre retorno ao Grêmio junto com Douglas Costa e revela conversas com Bolzan

Mercado da bola: equipe da Série A quer craque argentino de R$ 31 milhões