in

Wendell fala sobre retorno ao Grêmio junto com Douglas Costa e revela conversas com Bolzan

Grêmio Divulgação | Lucas Uebel/GettyImages
Publicidade

Wendell está vivendo dias felizes no futebol europeu. Desde que desembarcou na Alemanha, o defensor está tendo boas atuações no Bayer Leverkusen. Apesar da bonança no Velho Continente, o craque carrega consigo boas lembranças dos tempos de Grêmio, cujo retorno permanece fervoroso em seus sonhos. Pelo menos é que o vem dizendo em declarações recentes, sempre que é questionado sobre a volta ao futebol brasileiro.

Wendell fala sobre retorno ao Grêmio

O atleta participou de uma entrevista na Rádio Gre-Nal, abordando vários aspectos de sua carreira, bem como os planejamentos para o futuro. O bate-papo aconteceu por meio de uma live no Instagram com o repórter César Fabris, e aos 26 anos Wendell ainda tem muitos planos para cumprir no futebol.

Além de assumir que sonha em retornar para o Grêmio, o lateral-esquerdo disse que Douglas Costa, outro ex-Tricolor, também lhe manifestou o mesmo desejo em conversas recentes. Ao que tudo indica, quem passa pelo Imortal não consegue se esquecer da antiga casa.

Publicidade

“Eu encontrei o Douglas Costa há dois anos atrás, a gente jogou contra aqui. Ele falou: ‘Vou voltar primeiro que você pra lá (para o Grêmio)’. Eu falei: ‘Podemos voltar juntos’. Quem sabe?”, revelou.

Publicidade

Conversas com Bolzan

No ano passado, antes de ir para a Europa, Wendell se lembra de uma conversa com o presidente Romildo Bolzan Júnior. Atuando pelo Esquadrão de Aço, o defensor foi questionado pelo dirigente quando retornaria a Porto Alegre. “Eu falei: ‘depende de você, presidente’”, recordou Wendell. A rápida conversa ocorreu em 2019, durante a partida entre Grêmio x Bahia.

Publicidade
Avatar

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Next post

Goleiro Bruno assina com clube-empresa da Europa, mas vai jogar no Rio de Janeiro

Atlético-MG: Dudamel abre o jogo e aponta erros da diretoria do Galo: ‘experiência amarga’