in

Caso Ronaldinho: Sergio Moro entra em ação e ligação para o Paraguai é revelada

G1
Publicidade

O ex-craque do futebol Ronaldinho e seu irmão Roberto Assis estão presos no Paraguai desde o dia 6 de março. Os dois foram detidos no dia 4, após entrarem no país vizinho ao Brasil e receberam cédulas de identidade e passaportes falsos. O Ministério Público do Paraguai segue investigando o caso e apura se não há ligações com grupo que fazem lavagem de dinheiro.

Sergio Moro entrou em ação
no caso Ronaldinho

Ministro da Justiça e da Segurança Pública do governo do presidente Jair Bolsonaro, Sergio Moro teria telefonado para autoridades paraguaias assim que o ex-craque do futebol foi preso. A informação foi divulgada pelo jornalista Cosme Rímoli, do R7.

Moro ligou para as autoridades do Paraguai para saber quais acusações pesavam sobre Ronaldinho e se eles estaria seguro. O ministro teria sido tranquilizado. Ronaldinho e Assis estão na Agrupacíon Especializada, em Assunção, capital do país.

Publicidade

A cadeia improvisada foi montada dentro de um quartel e é de segurança máxima. No local, estão detidos membros do crime organizado e ex-militares. No domingo (29), Ronaldinho jogou futevôlei contra dois ex-policiais presos por homícidio e assalto.

Publicidade

Ronaldinho sem previsão de ser solto

A Justiça do Paraguai está trabalhando em ritmo lento devido à pandemia causada pelo novo coronavírus. Somente a partir do dia 12 de abril, quando termina a quarentena no país, é que tudo deve voltar ao normal e a defesa dos brasileiros poderá fazer um novo pedido de prisão domiciliar. Os pedidos anteriores foram rejeitados.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Flamengo e Jorge Jesus sem acordo: entenda qual é o problema

Flamengo: valor real pago para contratar Gabigol é divulgado e surpreende