in

Empresário de Tetê e Ferreira causa problemas ao Grêmio e desabafa sobre o clube

Divulgação Grêmio
Publicidade

Pablo Bueno, empresário de jogadores como Tetê e Ferreira, concedeu entrevista ao Zero Hora e falou sobre a relação conturbada que mantém com o Grêmio. Tetê, hoje no Shaktar Donetsk, deixou o Tricolor em 2019 de forma conturbada. No momento, a briga envolve o jogador Ferreira.

Bueno reclama da proposta que o Grêmio fez por Ferreira, que seria muito baixa e foi recusada. O jogador receberia R$ 30 mil de salário no time profissional. O jogador foi procurado pelo Athletico-PR e quer ir para o Furacão depois de não se sentir valorizado no Tricolor.

Publicidade

O empresário e o jogador entraram na Justiça contra o Grêmio para que o contrato fosse rescindido e não conseguiram. “O juiz julgou só a liminar, não deu ganho de causa ainda. A primeira instância não é voltada para o esporte. É trabalhista. Mas não tem mais clima, não. O Grêmio que criou esse clima. A gente iria resolver entre nós. O Grêmio não precisava ter ido para a mídia”, afirmou Bueno.

A batalha na Justiça continua e Bueno espera vencer o clube e conseguir liberar Ferreira para jogar em outro clube, mais valorizado. Chama a atenção o fato de que Pablo Bueno só tem jogadores nas categorias de base do Grêmio. Ele afirmou que não tem jogadores no arquirrival Internacional porque existe muita rivalidade na base entre os clubes.

Publicidade

Por fim, o empresário garante que é torcedor do Tricolor, onde, inclusive, tentou a carreira como jogador profissional. “Duvido alguém ser mais gremista do que eu”, afirmou Pablo Bueno. O caso Ferreira pode manchar a relação dele com a diretoria do Grêmio.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Ronaldinho recebe mais uma notícia ruim na prisão e tem a ver com Sergio Moro

De saída? A última de Neymar no PSG que pode movimentar o mercado da bola