in

Treinador de futebol morre após complicações adquiridas com o novo coronavírus

Arte: Russel/1News | Picdn
Publicidade

Francisco García, técnico das categorias de base do Atlético Portada Alta, morreu no último domingo (15) por causa de complicações relativas ao novo coronavírus. Apesar da pouca idade, estando com 21 anos, o jovem estava no grupo de risco da Covid-19 por causa do diagnóstico recente de uma leucemia. Por si só, a condição oncológica acaba por diminuir a imunidade do paciente, situação piorada com os tratamentos oncológicos.

Treinador de futebol morre vítima do coronavírus

O anúncio oficial foi feito pelas redes sociais do clube. O Atlético Portada Alta é um dos principais times da região de Málaga, na Espanha, e recebeu as condolências do rival de mesmo nome. Na nota, a equipe lamenta a perda de Francisco García, prestando apoio para os amigos e familiares.

Publicidade

“E agora, que faremos sem ti, Francis? Se sempre estava conosco no Portada ou onde fazia falta, ajudando. Como vamos seguir conquistando quilômetros na liga? Não sabemos como, mas é certo que o faremos, por você”, diz um dos trechos da nota.


Presidente do clube não acredita na tragédia

Desde que havia sido diagnosticado com o coronavírus, Francisco García estava internado no Hospital Regional de Málaga. José Bueno, presidente do clube, declarou ter ficado impactado com a notícia, pois horas antes havia se encontrado com os familiares do treinador, que lhe atualizaram o estado de saúde, estável naquele momento. Além disso, o jovem promissor do esporte era considerado um rapaz de muita força física.

Publicidade

A Espanha é um dos países na rota europeia do coronavírus. Por lá, os números oficiais indicam aproximadamente 400 vítimas fatais em decorrência de complicações pela Covid-19.

Publicidade
Avatar

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Next post

Flamengo perde craque para o Santos, por causa de Neymar

Tiago Nunes recebe mais um duro golpe no Corinthians e balança no cargo