in

Torcida do Vasco elege Abel Braga vilão em derrota para o Goiás na Copa do Brasil

Getty images
Publicidade

O Vasco recebeu o Goiás, nesta quinta-feira (12), pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Diante de sua torcida, esperava-se que o time cruzmaltino fizesse de tudo para sair de campo com a vitória. Os jogadores até tentaram, mas a equipe comandada por Abel Braga perdeu mais uma partida.

O Goiás venceu o jogo por 1 a 0 e decidirá a vaga no Estádio Serra Dourada com esta vantagem. Na partida de volta, o time esmeraldino pode até empatar que mesmo assim avança à quarta fase do torneio nacional. OS clubes tem jogado muito pela premiação milionária a cada nova fase da Copa do Brasil.

Abel Braga é criticado pela torcida

Abel Braga havia dito no fim de semana que o Vasco precisava jogar melhor se quisesse bater de frente com o Goiás. O treinador sabia bem que o time alviverde não levaria desaforo para casa, mas seus comandados parecem não ter entendido. 

Publicidade

O Goiás venceu o jogo por 1 a 0, com gol marcado ainda no primeiro tempo, e os torcedores que foram a São Januário não perdoaram Abel. Antes de a partida terminar, gritos contra o treinador começaram a ser ouvidos. Houve confusão na arquibancada e a polícia teve que intervir.

Publicidade

https://twitter.com/CRVGM1LGR4U_/status/1238277632892063746

Torcida se revolta com treinador

Nas redes sociais, Abel Braga também foi muito criticado. A torcida do Vasco parece ter perdido toda a paciência que um dia teve com o treinador que chegou ao clube no começo do ano, para substituir Vanderlei Luxemburgo. O torcedor vascaíno anda sem esperança no clube, enquanto vê o arquirrival Flamengo conquistando títulos atrás de títulos. 

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Moisés é eleito o grande vilão do Grenal dos 8 jogadores expulsos

Neymar mais perto do Barcelona e não vai sozinho do PSG