in

Bruno Henrique na cadeia? Perícia confirma CNH falsa e situação do jogador se complica

Divulgação Flamengo
Publicidade

O atacante Bruno Henrique está no centro de uma grande polêmica. Na madrugada do dia 29 de fevereiro, o jogador foi parado na bliz da Lei Seca. Até aí, nada anormal. Centenas de motoristas são parados nessas ações. O atleta do Flamengo se recusou a fazer o teste do bafômetro, mas apresentou os documentos do carro e a carteira nacional da habilitação (CNH).

O problema é que o documento apresentado por Bruno Henrique não constava no sistema do Detran-RJ. Esse fato levantou suspeitas e fez a polícia apreender a CNH e levá-la para análise. O objetivo era descobrir se havia falsificação ou não.

Publicidade

CNH falsa pode complicar Bruno Henrique

Peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli fizeram a análise do documento e concluíram: Bruno Henrique estava portando CNH falsa. De acordo com o laudo dos peritos, a cédula de documento e o número do registro foram forjados. A situação pode complicar o atacante Bruno Henrique em seu melhor momento da carreira.

Bruno Henrique foi multado

Após se recusar a fazer o teste do bafômetro e não ter habilitação válida, Bruno Henrique foi multada pela operação Lei Seca. O veículo do atleta só foi retirado da blitz porque ele apresentou um condutor habilitado. Com a comprovação da falsificação, o jogador pode se dar muito mal.

Publicidade

A pena para casos como o e Bruno Henrique é de até seis anos de reclusão. Em depoimento agendado para esta quinta-feira (12), ele vai ter que explicar onde conseguiu a CNH falsa. A situação do atacante não é nada boa, justamente agora que vive um grande momento e tem conquistado títulos pelo Flamengo.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Torcida do Cruzeiro elege Adilson Batista vilão na derrota em casa na Copa do Brasil

Flamengo: Jorge Jesus arrasa craque do Corinthians