in

Coronavírus pode virar grande problema para Tite na seleção brasileira

Divulgação CBF
Publicidade

Na última sexta-feira (6), Tite convocou 24 jogadores para a disputa das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002, no Catar. Tite convocou um jogador a mais para a seleção brasileira porque Gabriel Jesus não poderá estar em campo na primeira partida, devido a uma suspensão.

A estreia da seleção brasileira está marcada para o dia 27 de março, contra a Bolívia, na Arena Pernambuco. No dia 31, a seleção viaja para Lima, onde enfrenta o Peru. O problema é que estes jogos podem ser remarcados devido ao coronavírus.

Eliminatórias podem ser adiadas

De acordo com o TyC Sports, da Argentina, a Conmebol pode definir ainda nesta quarta-feira (11) pelo adiamento das duas primeiras rodadas das Eliminatórias para a Copa do Catar. As informações ainda não foram confirmadas pela entidade, mas o canal argentino informou que os jogos seriam remarcados para setembro.

Publicidade

Neste caso, o adiamento se tornaria um problema para Tite e também para os jogadores convocados. Se for mesmo alterado para setembro, o treinador da seleção brasileira deverá fazer uma nova convocação próxima às partidas. 

Publicidade

Coronavírus tem causado adiamento de jogos

O surto de coronavírus, que começou na China e parece ter se agravado na Europa, está afetando o esporte mundial. Há riscos de que os Jogos Olímpicos de Tóquio sejam adiados ou até cancelados. Na Europa, países como Itália, decidiram cancelar atividades esportivas.

O Paraguai, país vizinho ao Brasil, também vai parar por 15 dias. O objetivo é evitar aglomerações públicas. Na Champions League, os jogos de volta das oitavas de final estão sendo disputados com portões fechados.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Corinthians confirma venda de Pedrinho por mais de R$ 100 milhões

Jorge Jesus deixa Globo de lado e atitude do treinador repercute no Flamengo