in

Regresso de Jorge Jesus a Portugal já incomoda: ‘só após a Páscoa’

Público
Publicidade

Jorge Jesus ainda não assinou sua renovação com o Flamengo e logo começaram os rumores que o treinador poderia estar de saída. Após conquistar todos esses títulos, o treinador português vem elogiando muito a torcida flamenguista, mas ele não abre muito sobre sua continuidade. Essa semana, ele falou para a TV portuguesa que pensa regressar a Portugal, até porque não estaria mais esperando o convite de times como Real Madrid ou Barcelona.

Jorge Jesus desejado no Benfica

Por sua vez, em Portugal, os torcedores do Benfica não escondem mais que querem muito seu regresso. E, de acordo com a mídia, o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, estaria disposto em pagar um salário anual de cinco milhões de euros para Jesus retornar ao time, que é campeão nacional.

A temporada do Benfica já esteve bem melhor. Porém, esse último mês poderia jogar tudo para perder. O time levava uma vantagem de sete pontos na liderança e em somente quatro rodadas, eles perderam oito pontos para o Porto, que vai liderando com um ponto mais que o Benfica. Pelo meio, o time também caiu eliminado na Europa League, contra o Shakhtar Dotetsk.  

Publicidade

Treinador do Benfica incomodado com Jorge Jesus

Isso aumentou muito a contestação sobre o treinador Bruno Lage. Ele foi elogiado durante vários meses por seu percurso no Benfica. O treinador subiu no time principal, em um momento mais conturbado do Benfica, no ano passado.

Publicidade

Inicialmente, Lage parecia ser uma solução temporária, mas rapidamente mereceu a confiança do presidente e dos fãs. Porém, parece que todo esse amor estaria se perdendo agora, porque os resultados não estão bons e o time não joga tão bem assim.

No estádio da Luz, eles sentem saudade de Jorge Jesus e como o agora treinador do Flamengo motivava seus jogadores e colocava eles para correr. Com os rumores sobre seu possível regresso no Benfica, Bruno Lage não gostou de ser questionado e na coletiva de imprensa, ele até respondeu com alguma ironia. “A Páscoa é só abril, não é? Vamos falar de Jesus mais próximo da Páscoa… Não tenho receio de nada“, falou o treinador do Benfica, visivelmente incomodado com essa possibilidade de Jesus tomar seu lugar de volta. 

Publicidade
Next post

Zidane e um plano para Vinícius Júnior, que alucina Hazard

Goleiro Bruno Fernandes e a última punição da Justiça: ‘prestar serviço em obra’