in

Flamengo: sem renovação, Jorge Jesus fala em saída: ‘o sonho’

FOX Sports
Publicidade

Jorge Jesus continua sua caminhada de sucesso no Brasil. O treinador português continua somando vitórias e títulos no Flamengo e os torcedores querem muito sua continuidade no Rio de Janeiro. Porém, o contrato de Jesus está terminando já em maio e, até o momento, não tem ainda nada sobre sua renovação com o time carioca.  

Sonho de Jesus seria Real Madrid ou Barcelona 

No ano passado, quando as coisas estavam se encaminhando muito bem para o sucesso do Flamengo, o treinador, de 65 anos de idade, falava que apenas deixaria o Flamengo por um dentre uns “cinco times” grandes da Europa. Jesus não escondia, então, seu desejo em treinador um time que permitisse a ele ganhar a Champions League.  

Por essa altura, o português não falou em nomes, mas agora, em declarações para a Sport TV, ele falou qual é mesmo seu sonho. “Os times que são mesmo meu sonho não vai mais se realizar. Qual é? O Real Madrid ou o Barcelona. Mas nem sendo campeão do mundo ou ganhando novamente a Libertadores isso vai acontecer”, revelou o treinador já resignado. 

Publicidade

Benfica teria proposta para Jorge Jesus 

Então, excluindo os dois gigantes da Liga espanhola, o treinador deixou, ainda assim, uma possibilidade em aberto para seu futuro próximo. “Não quero perturbar qualquer trabalho de ninguém em Portugal, mas tenho o direito, como português, de falar que eu quero regressar em Portugal quando eu deixar o Brasil. Já pensei diferente, mas percebi que é difícil”, revelou Jorge Jesus, que vem sendo apontado para um possível regresso no Benfica.  

Publicidade

De acordo com a mídia portuguesa, Jorge Jesus teria uma proposta de cinco milhões de euros por ano, para se mudar novamente para o Benfica, time que ele treinou e onde foi campeão três vezes. “Estou convencido que no dia em que sair do Brasil vou regressar em Portugal”, terminou o treinador, que continua sem assinar uma renovação com o Flamengo.

Publicidade
Next post

Torcida do São Paulo elege Pablo como vilão na derrota para o Binacional na Libertadores

Ronaldinho: o que pode acontecer após sua detenção