in

Ronaldinho recebe visita de autoridades do Paraguai por documento falso e tudo acaba mal

Fiscalia Paraguay
Publicidade

Ronaldinho parou de jogar futebol, mas continua sendo notícia na mídia. O ex-jogador do Grêmio, do Barcelona e da seleção brasileira costuma ser notícia, principalmente, por causa das polêmicas que tem se envolvido. Desde situações na vida privada, como o namoro com duas mulheres, até o caso de suposto passaporte falso para entrar no Paraguai, que aconteceu nesta quarta-feira (4).

Ronaldinho é detido no Paraguai

O ex-jogador e seu irmão, Assis, chegaram ao Paraguai na quarta-feira. Eles foram recebidos com festa no aeroporto e se dirigiram ao hotel cinco estrelas onde passariam a noite. O que os dois não poderiam imaginar é que a ida ao Paraguai para participar de um evento em Assunção terminaria mal.

Publicidade

Integrantes do Ministério Público do Paraguai e Ministério do Interior estiveram no hotel. O ex-jogador e seu irmão passaram a noite sob custódia e foram prestar depoimento, ainda não encerrado até o fechamento desta reportagem, na manhã desta quinta.

Ministro do interior fala sobre Ronaldinho

Euclides Acevedo, ministro do Interior do Paraguai, confirmou ao site Globo Esporte que Ronaldinho e Assis entraram no país com passaportes e carteiras de identidades falsas. “Eles disseram que foram enganados. Que chegaram ao Paraguai com a intenção de colaborar. Mas o concreto é: ingressaram no Paraguai com passaportes falsos”, afirmou.

Publicidade

O advogado de Ronaldinho e Assis afirmou que trata-se de algum equívoco. De acordo com Sérgio Queiroz, tudo será esclarecido. Após o caso, Ronaldinho tornou-se assunto mundial no Twitter. Algumas pessoas fizeram memes com as imagens de Ronaldinho. Os números dos documentos apresentados pelo ex-jogador e seu irmão pertencem a duas senhoras paraguaias.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Coronavírus afeta PSG de Neymar Junior: o que faltava ao brasileiro

Weverton, do Palmeiras, perde a mãe um dia depois de estreia com vitória na Libertadores