in

Jesualdo Ferreira fora do Santos? R$ 8 milhões impedem demissão do treinador

Divulgação Santos
Publicidade

O futebol brasileiro vive algumas ondas. Em 2017, depois do sucesso de Fábio Carille no comando do Corinthians, muitas equipes passaram a investir em treinadores em começo de carreira, pouco conhecidos do grande público.

No ano seguinte, foi a vez de Luis Felipe Scolari, pelo Palmeiras, conquistar o Campeonato Brasileiro e iniciar a onda de procura por treinadores consagrados, com histórico vencedor.

Neste ano, a bola da vez foram os treinadores estrangeiros. A opção foi bastante utilizada após o sucesso de Jorge Jesus no comando do Flamengo. O português conquistou Libertadores e Brasileirão pelo Rubro-negro.

Publicidade

Jesualdo foi contratado pelo Santos

Conterrâneo de Jorge Jesus e até com vantagem sobre o Mister em confrontos diretos, Jesualdo Ferreira virou a opção do Santos para esta temporada, após a saída de Jorge Sampaoli. Jesualdo chegou com pompa, mas seu momento é crítico.

Publicidade

Sob o seu comando, o Santos tem aproveitamento de pouco mais de 50% e o treinador está na corda bamba. Aos 73 anos, Jesualdo corre o risco de ser demitido dois meses após ter iniciado o trabalho.

Rescisão de Jesualdo tem multa de R$ 8 milhões

Para tirar Jesualdo da aposentadoria e o contratar, o Santos garantiu que o salário dele e da comissão técnica seriam pagos até o fim do ano, independente se eles fossem demitidos. Este valor equivale a cerca de R$ 8 milhões. Portanto, mesmo que demita o treinador, o Peixe terá que pagar esse valor.

Jesualdo foi uma aposta pessoal do presidente do Santos, José Carlos Peres. Os jogos contra o Palmeiras, no sábado, pelo Campeonato Paulista, e contra o Defensa y Justicia, na terça-feira, pela Libertadores, são decisivos.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Flamengo x Globo: Landim joga tudo no ventilador e expõe negociação com a emissora

Mercado da bola: Dedé se recupera no RJ e revela desejo para 2020