in

Mercado da bola: presidente do Santos rasga o verbo contra o Atlético-MG

Divulgação Santos
Publicidade

Presidente do Santos, José Carlos Peres está irritado com o Atlético-MG. O clube mineiro tentou contratar o meia Yeferson Soteldo, em negócio de R$ 51 milhões que envolvia também o Huachipato, equipe que detém 50% dos direitos econômicos do jogador.

O camisa 10 Soteldo foi destaque do Santos em 2019 e teve papel fundamental no sucesso da equipe comandada pelo argentino Jorge Sampaoli. O Santos terminou o Campeonato Brasileiro na segunda posição, atrás apenas do Flamengo.

Após tentativa do Atlético-MG, Soteldo renovou com o Santos até dezembro de 2023 e permanecerá no time da Vila Belmiro, para a alegria da torcida alvinegra. Soteldo é um jogador muito importante dentro do clube.

Publicidade

Presidente do Santos reclama do Galo

José Carlos Peres criticou o Atlético-MG e classificou como assédio a tentativa de contratar Soteldo. “Existe um compromisso firmado em contrato, uma cláusula. Se surgisse alguma proposta dos outros 50%, teríamos que assumir a responsabilidade. E assumimos. E ninguém tira jogador na mão grande. Não adianta. Futebol não funciona mais assim”, desabafou o dirigente.

Publicidade

Peres disse ainda que os clubes precisam se entender e conversar e confirmou que o Galo tentou tirar Soteldo à força. Segundo o presidente, ele teria recebido contato do Atlético-MG e teria dito que o negócio era impossível de ser realizado.

Santos vai à CBF contra o Atlético-MG

José Carlos Peres disse ainda que o Santos vai à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para reclamar do Atlético-MG. O presidente do Peixe classificou o episódio como um dano desnecessário. Peres disse também que o que ocorreu mostra a desunião dos clubes. 

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Este jogador pode custar mais de R$ 6 milhões aos cofres do Santos sem entrar em campo

Mercado da bola: Richarlyson, aos 37 anos, assina contrato com time do interior de SP