in

Corinthians: Tiago Nunes contraria torcida e não ratifica Pedrinho como titular

Divulgação Corinthians
Publicidade

O ano acabou de começar e o Corinthians tem um jogo decisivo pela frente. a partida contra o Guaraní, do Paraguai, na Arena de Itaquera, pode definir os rumos do ano alvinegro.

O Corinthians perdeu o jogo de ida por 1 a 0, no Paraguai, e precisa vencer por dois gols de diferença para se classificar. Na Libertadores, há o critério do gol marcado fora de casa.

Publicidade

Isso significa que se o Corinthians tomar um gol, precisará marcar três vezes para superar o time do paraguaio. O Guaraní eliminou o Timão nas oitavas de final da Libertadores de 2015.

Pedrinho é esperança da torcida na Libertadores

O meia-atacante Pedrinho foi o camisa 10 da seleção brasileira no torneio Pré-Olímpico disputado na Colômbia e ajudou a seleção a se garantir nos Jogos Olímpicos de Tóquio, que será disputado este ano.

Publicidade

O jogador voltou da Colômbia se colocando à disposição do treinador Tiago Nunes. Para muitos torcedores, ele seria titular absoluto. Para Tiago Nunes, não necessariamente.
O técnico contrariou os torcedores e colocou um ponto de interrogação sobre a presença de Pedrinho no time titular.

Tiago Nunes relaciona 23 jogadores

O treinador do Corinthians relacionou 23 jogadores para o confronto da Libertadores. Os goleiros são Cássio, Walter e Filipe. Os zagueiros são Bruno Méndez, Gil e Pedrinho Henrique. Nas laterais, Tiago contará com Fágner, Lucas Piton, Michel e Sidcley.

No meio-campo, sete jogadores foram relacionados. Além de Pedrinho, Camacho, Cantillo, Gabriel, Mateus Vital, Luan e Richard foram relacionados. Por fim, Everaldo, Gustavo, Madson, Janderson, Vagner Love e Mauro Boselli são os atacantes disponíveis.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Corinthians pode perder mais de R$ 15 milhões com eliminação na Libertadores

Vanderlei Luxemburgo desdenha de Jorge Jesus e acaba detonado por jornalista