in

Soteldo vira dúvida no Santos com entrada do Galo na disputa; empresários discutem futuro

Ivan Storti/Santos FC
Publicidade

Santos e empresários de Soteldo se reuniram nesta segunda-feira (10) enquanto o time da Vila Belmiro vencia o Botafogo-SP pelo placar de 2 a 0, em partida válida pelo Campeonato Paulista. O encontro, que durou quase duas horas, tinha por objetivo definir o futuro da relação entre as duas partes, incluindo a situação relativa à dívida existente com o Huachipato, do Chile, detentor de metade dos direitos econômicos do atacante venezuelano.

Huachipato cobra dívida do Santos

Para a permanência de Soteldo na Vila Belmiro é necessário resolver um imbróglio junto ao clube chileno. À época da transferência, foi firmado o valor de 3,3 milhões de dólares (R$ 13 milhões), que seriam pagos em três parcelas, sendo uma no ato da assinatura, e as restantes a vencer. Em contrapartida, o Huachipato alega a existência de uma dívida a ser pega pelo Santos.

Publicidade

Por conta disso, os diretores do clube chileno não liberaram para Soteldo a quantia de 350 mil dólares que iria receber pela transferência (R$ 1,5 milhão), conforme apurou o portal GloboEsporte.com. O atleta até pretende permanecer na Vila Belmiro, desde que o problema seja resolvido junto ao Huachipato, e que ele receba o valor que lhe é de direito.

Galo entra na briga por Soteldo

Insatisfeito com o negócio feito com o Santos, o clube chileno passa a pressionar os diretores do Peixe, com a entrada do Atlético-MG na disputa. O Galo apresenta proposta de R$ 51 milhões pelo atacante venezuelano, e em cláusula contratual, o Huachipato havia previsto que, caso surja outro clube interessado em Soteldo, o Alvinegro Praiano deveria adquirir os outros 50%, correspondentes a 6 milhões de dólares (R$ 25,5 milhões).

Publicidade

Em contrapartida, o Peixe, dono de 50% dos direitos de Soteldo, não tem interesse em negociá-lo por valor menor ao de sua multa contratual, tampouco adquirir a outra metade que pertence aos chilenos. Há, também, uma dúvida no que o Huachipato alega: se o valor teria de ser pago à vista ou parcelado até o fim do contrato.
Apesar do envolvimento do Atlético-MG na disputa pelo atacante venezuelano, o time da Vila Belmiro confia em sua permanência.

Publicidade
Avatar

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Next post

Abriu os cofres? Internacional e um reforço que ninguém esperava: ‘gringo de R$21 milhões’

Barcelona e a proposta astronômica por um astro brasileiro: ‘novo parceiro de Messi’