in

Cruzeiro: Globo quer faturar alto com Raposa na Série B do Brasileirão

Arte/Diogo Marcondes
Publicidade

O Cruzeiro vai viver uma situação inédita em 2020. O clube mineiro foi rebaixado para a Série B do Campeonato em 2019, e vai disputar a segundona nesta temporada pela primeira vez em sua história.

Com a queda para a segunda divisão. o Cruzeiro passa por um momento financeiro turbulento. As cotas de TV diminuíram bastante e isso dificultou a vida financeira do clube.

Publicidade

O Cruzeiro tem dívidas que ainda serão pagas e negociou a saída de vários jogadores que ganhavam salários muito altos, fora da realidade do clube.

Globo deve faturar com audiência da Série B

Detentora dos direitos de transmissão da Série B, a Globo deve faturar com a boa audiência que os jogos do Cruzeiro devem render à emissora.

Publicidade

Os jogos do clube devem ser transmitidos na TV aberta, para Minas Gerais, e nos canais SporTV e Premiere. Este terceiro, no pay-per-view. Os jogos do clube devem ser disputado às terças, sextas e sábados. 

Globo não negocia direitos de transmissão

RedeTV! e Band tentaram adquirir os direitos de transmissão da Série B do Brasileirão, mas a Globo não se mostrou muito disposta a negociar.

Para a Band, por exemplo, a Globo queria negociar os direitos, mas no acordo a emissora de São Paulo não poderia exibir jogos de Cruzeiro, Vitória e Náutico. Sem os clubes, a Band desistiu do negócio e a Globo reina sozinha.

Nos últimos anos, a Band tem tentado voltar a ser o que foi nos anos 1980 e 1990, quando era chamada de Canal dos Esportes. No ano passado, a emissora exibiu a Série B para a região Nordeste. Com o Cruzeiro, o negócio ficou mais difícil.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Jô volta ao Brasil, esquece Corinthians e prefere Flamengo

Flamengo: repórter da Fla TV é atacada em gravação e assédio vem à tona