in

Cruzeiro: Globo quer faturar alto com Raposa na Série B do Brasileirão

Arte/Diogo Marcondes
Publicidade

O Cruzeiro vai viver uma situação inédita em 2020. O clube mineiro foi rebaixado para a Série B do Campeonato em 2019, e vai disputar a segundona nesta temporada pela primeira vez em sua história.

Com a queda para a segunda divisão. o Cruzeiro passa por um momento financeiro turbulento. As cotas de TV diminuíram bastante e isso dificultou a vida financeira do clube.

O Cruzeiro tem dívidas que ainda serão pagas e negociou a saída de vários jogadores que ganhavam salários muito altos, fora da realidade do clube.

Publicidade

Globo deve faturar com audiência da Série B

Detentora dos direitos de transmissão da Série B, a Globo deve faturar com a boa audiência que os jogos do Cruzeiro devem render à emissora.

Publicidade

Os jogos do clube devem ser transmitidos na TV aberta, para Minas Gerais, e nos canais SporTV e Premiere. Este terceiro, no pay-per-view. Os jogos do clube devem ser disputado às terças, sextas e sábados. 

Globo não negocia direitos de transmissão

RedeTV! e Band tentaram adquirir os direitos de transmissão da Série B do Brasileirão, mas a Globo não se mostrou muito disposta a negociar.

Para a Band, por exemplo, a Globo queria negociar os direitos, mas no acordo a emissora de São Paulo não poderia exibir jogos de Cruzeiro, Vitória e Náutico. Sem os clubes, a Band desistiu do negócio e a Globo reina sozinha.

Nos últimos anos, a Band tem tentado voltar a ser o que foi nos anos 1980 e 1990, quando era chamada de Canal dos Esportes. No ano passado, a emissora exibiu a Série B para a região Nordeste. Com o Cruzeiro, o negócio ficou mais difícil.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Jô volta ao Brasil, esquece Corinthians e prefere Flamengo

Flamengo: repórter da Fla TV é atacada em gravação e assédio vem à tona