in

Libertadores: Corinthians recebe recado de diretor do Guaraní e é melhor tomar cuidado

Reprodução Globo
Publicidade

O Corinthians começa a decidir a vaga na próxima fase da Copa Libertadores da América nesta quarta-feira (5) contra o Guaraní. 

O Timão enfrenta a equipe paraguaia fora de casa e, na semana que vem, decide a vaga na terceira fase do torneio continental em casa.

O Guaraní é um adversário conhecido. Foi a equipe que eliminou o Corinthians, em pleno Arena de Itaquera, nas oitavas de final da Copa Libertadores de 2015. Naquele ano, o time paraguaio foi até as semifinais e caiu diante do River Plate, que seria campeão.

Publicidade

Diretor do Guarani demonstra confiança

Santiago Sosa, diretor de futebol do Guaraní, concedeu entrevista ao site do canal Fox Sports. “Assim como o Corinthians, o Guaraní é um dos maiores clubes do seu país, é o terceiro mais popular do Paraguai. É uma equipe que ainda pode não ter conquistado uma Libertadores, mas já disputou uma semifinal com o River Plate (2015)”, afirmou o dirigente.

Publicidade

Sosa não poupou elogios ao plantel e ao técnico do Guaraní, Gustavo Costas. O dirigente afirmou que o jogo contra o Corinthians deve ser difícil, mas não impossível. 

Guaraní tem um elenco forte

Para provar que o Guaraní é forte, Sosa falou sobre alguns jogadores do elenco.  O dirigente citou Jorge Morel, que defende a seleção paraguaia. O volante, porém, não vai poder jogar nesta quarta. Édgar Benítexz, Raúl Bobadilla e Fernando Fernández, que marcou gol contra o Corinthians em 2015, são outros destaques.

Segundo ele, o Guaraní acredita que pode fazer história na Libertadores mais uma vez e voltou a falar que a equipe é muito boa. O dirigente afirmou que se passar pelo Corinthians pode sonhar com tudo.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Santos e a última traição de Jorge Sampaoli após deixar a equipe

A reação de Militão e Marcelo: imagens já correm o mundo