in

Mercado da bola: 5 jogadores brasileiros que estão sem contrato

Divulgação Grêmio / Divulgação Al Khor
Publicidade

O mercado da bola continua aberto para os times brasileiros que quiserem reforçar seus elencos para a temporada. Entre as contratações possíveis, há nomes disponíveis no mercado sem vínculo com nenhum clube.

Quando o jogador tem contrato com um clube, a equipe que deseja contratá-lo precisa pagar pelos direitos econômicos do atleta.

Publicidade

Em relação aos que estão sem contrato, a única negociação envolve o salário que o jogador vai receber a cada mês.

Diego Tardelli e Wagner estão no mercado

O atacante Diego Tardelli, de 34 anos, jogou no Grêmio na temporada de 2019 e está sem clube. Qualquer equipe do Brasil ou do mundo pode contratá-lo. O atacante tem sido pedido no Atlético-MG, mas o presidente do clube afirmou que o Galo não é asilo. O vídeo, gravado por um torcedor dentro de um avião, repercutiu nas redes sociais.

Publicidade

Outro jogador experiente desempregado é Wagner. Aos 35 anos, o meia que jogou pelo Fluminense, Cruzeiro e Vasco está sem contrato desde que deixou o Al Khor, do Qatar.

Outros nomes disponíveis no mercado

O lateral-esquerdo Jefferson, de 31 anos, que ficou conhecido ao jogar no Palmeiras entre 2008 e 2009, está sem contrato desde setembro, quando deixou o Braga.

Aos 31, o meia Renan Bressan pode reforçar qualquer equipe do futebol brasileiro. Ele nasceu em Santa Catarina, mas se naturalizou e defendeu a seleção de Belarus. O experiente jogador já atuou em 12 partidas da Champions League. Ano passado, ele jogou a Série B pelo Cuiabá. No momento, está sem clube.

Outro nome disponível é Eduardo da Silva. O atacante já defendeu o Arsenal, na Inglaterra, e o Flamengo e o Athletico-PR, no Brasil. Está sem clube desde 2018. A lista foi feita jornalista Rafael Reis, do UOL.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Pedro e a estreia dos sonhos com a camisa do Flamengo

Mercado da bola: Palmeiras e a tentativa de tirar Soteldo do Santos