in

Grêmio, Cebolinha e sua saída para um time inglês: ‘Irei aprender com ele’

Correio
Publicidade

Everton Sousa Soares ou como é popularmente conhecido, o Cebolinha, é um dos grandes destaques do Grêmio, que vem atraindo olhares de muitos clubes. Com 23 anos de idade, o atacante fez uma revelação, durante uma entrevista de imprensa nesta sexta-feira (31), que teria recebido uma ligação de ninguém menos que Carlo Ancelotti.

O comandante do Everton, time inglês, admitiu que o clube teria interesse em contratar o Cebolinha. Segundo o jogador, o treinador teria perguntado como ele estava, e se teria algum interesse de jogar no time. “É um grande clube, uma oportunidade e tanto. Um grande treinador também, com certeza irei aprender muito com ele”, revelou o atacante do tricolor gaúcho.

Publicidade

De acordo com informações fornecidas pelo GloboEsporte, a negociação de Cebolinha com o time inglês não teria avançado por causa do Fair Play Financeiro. No entanto, o time do Liverpool tem liberdade para fazer uma investida no atacante na metade desse ano. E, aparentemente, a ideia agrada bastante o atleta.

Cebolinha ainda revelou que teria sido procurado por Richarlison, parceiro de Seleção Brasileira, e que, no futuro, também pode ser parceiro de clube. O jogador está feliz com a ideia e teceu elogios ao treinador e ao time.

Publicidade

Próximo confronto do Tricolor Gaúcho

O Grêmio vai a campo novamente em busca dos três pontos contra o Esportivo, em partida válida pela primeira fase do Campeonato Gaúcho. O jogo acontecerá em Porto Alegre e terá início às 20h (horário de Brasília). Na competição, o Tricolor Gaúcho ocupa a segunda posição.

Publicidade
Avatar

Escrito por Rafael

Rafael Ferreira é um escritor que gosta de redigir matérias jornalísticas, levando entretenimento e cultura para seus leitores. Sinta-se a vontade para entrar em contato: rafael_ferreira_@live.com

Next post

Mercado da bola: Cruzeiro bate o martelo e define situação do meio-campista Rodriguinho

Flamengo estabelece ‘teto’ e não pagará um centavo a mais para famílias de vítimas do Ninho