in

Neymar e Cavani no Corinthians? Nem a torcida do Timão acredita

Getty Images
Publicidade

Diretor de futebol do Corinthians, Duilio Monteiro Alves concedeu entrevista nesta terça-feira e falou sobre a situação do atacante Rony, do Athletico-PR, que foi sondado pelo Corinthians.

A situação do jogador segue indefinida e o que chamou a atenção na entrevista de Duilio foi o que ele falou sobre o craque brasileiro Neymar e o jogador uruguaio Edinson Cavani.

“Já consultei Neymar e Cavani quando disseram que eles sairiam do PSG. Temos que buscar o melhor para o Corinthians”, afirmou o diretor alvinegro.

Publicidade

Duilio fala sobre Neymar e Cavani no Timão

De acordo com o diretor de futebol do Corinthians, a imprensa havia divulgado a informação de que Cavani queria jogar no futebol sul-americano. “Vocês não tinham a informação que o Cavani queria jogar no futebol sul-americano? Eu tenho que ir atrás, por que não?”, perguntou o dirigente.

Publicidade

O diretor também afirmou que havia boatos sobre o destino de Neymar. O jogador foi cotado no Flamengo. Duilio afirmou que foi atrás para saber quais eram as condições para contratar Neymar e que os números eram inviáveis. Duilio disse ainda que estava dando exemplos extremos para a imprensa entender como funcionava o dia a dia.

Torcedores corintianos se revoltam com sondagem

Nas redes sociais, muitos corintianos ficaram bravos com as palavras de Duilio. Para os alvinegros, a fala do diretor serve para que os rivais zoem no Corinthians.

Entre os não corintianos, tem muita gente zoando, dizendo que Neymar e Cavani vão jogar ao lado de Drogba. O jogador de Costa do Marfim foi cotado no Timão em anos atrás, mas o negócio nunca foi fechado.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Bruno Henrique e mais uma ótima notícia para a torcida do Flamengo

De saída? São Paulo pode perder titular no mercado da bola: ‘problema para Fernando Diniz’