in

Reinier diz qual equipe nunca defenderia no Brasil: ‘não gosto não’

Lucas Figueiredo/CBF
Publicidade

O atacante Reinier está de saída do Flamengo. O jogador de 18 anos foi contratado pelo Real Madrid e deve se apresentar ao gigante do futebol espanhol após a disputa do Pré-Olímpico, na Colômbia.

Aos 18 anos, completos agora em janeiro, Reinier vai ter a chance de se mudar para um dos maiores times de futebol do mundo. A princípio, ele deve atuar no time B do Real Madrid.

Dependendo do desempenho que tiver por lá, pode ter chance na equipe principal, comandada por Zinedine Zidane, onde estão Rodrygo e Vinicius Júnior.

Publicidade

Reinier nunca jogaria no Vasco

O atacante de 18 anos falou sobre a ida para o Real Madrid. “É um sonho realizado, chegar no Real Madrid é o topo, é o maior clube do mundo, é uma felicidade imensa. Estou muito feliz, é a realização de um sonho para mim e minha família”, contou.

Publicidade

Reinier também foi questionado sobre o futuro. Um dia, provavelmente, ele retornará ao Brasil. Perguntado se defenderia o Vasco algum dia, o jogador respondeu na lata.

“Não, não… tá doido, meu amor pelo Flamengo só foi crescendo desde 12 anos, jogar no Vasco jamais. É nosso rival e não gosto não, tá doido?”, afirmou Reinier.

Flamengo fatura mais de R$ 100 milhões com venda

Reinier foi vendido ao Real Madrid por R$ 136 milhões. Desse montante, R$ 109 milhões deve ficar com o Flamengo. Com esse valor, o clube reforça seu caixa e pode também pensar em outras contratações.

Atualmente, o Flamengo tem um elenco muito qualificado. O time titular todos já conhecem. O time reserva ganhou os reforços de Gustavo Henrique, Thiago Maia, Pedro Rocha, Pedro e Michael.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Flamengo vale mais do que rivais do Rio? Dirigente rubro-negro responde e surpreende

Tiago Nunes e o elogio ao melhor técnico brasileiro em atividade que revoltou Athletico-PR