in

Flamengo e as muitas opções no banco de reservas para ganhar tudo em 2020

Divulgação Fluminense

O Flamengo conquistou Campeonato Carioca, Campeonato Brasileiro e Copa Libertadores da América em 2019. Neste ano, o clube quer repetir os feitos e voltar ao Mundial de Clubes, no fim do ano.

Neste ano, na final contra o Liverpool, o Flamengo foi derrotado por 1 a 0. O gol dos ingleses foi marcado na prorrogação. Muitos flamenguistas ficaram com a sensação de que daria para vencer.

Para um time que ganhou quase tudo em 2019, o Flamengo se reforçou bem para este ano. Chegaram zagueiro, meio-campistas e atacantes. O time reserva do Flamengo será um dos melhores do Brasil, pelo menos no papel.

Flamengo se reforça para a temporada

No setor de ataque, por exemplo, ninguém questiona a dupla Bruno Henrique e Gabigol. O primeiro foi eleito o melhor jogador do Brasileirão e da Libertadores. O segundo foi artilheiro desses dois torneios. 

Para o ataque, o Flamengo contratou Michael, ex-Goiás, e Pedro, ex-jogador do Fluminense e que estava na Fiorentina, além de Pedro Rocha. Serão muitas opções no banco de reserva.

Pedro é um dos principais reforços de 2020

O Flamengo pagará à Fiorentina o valor de 1 milhão de euros (Cerca de R$ 4,6 milhões) pelo empréstimo do atleta. Ao fim do contrato, o Flamengo pode exercer o direito de comprar o jogador.

Se quiser exercer o direito de compra no fim de 2020, o Flamengo terá que pagar 10 milhões de euros (equivalente a R$ 46 milhões na cotação atual). O 1 milhão de euros pago pelo empréstimo seria abatido neste valor total. Ou seja, no fim deste ano, o Flamengo teria que desembolsar 9 milhões de euros para ficar com Pedro em definitivo.

Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!

Next post

Deyverson viaja a Espanha e venda gera milhões ao Palmeiras

Grêmio tenta explicar demissão de Diego Tardelli, mas resultado é terrível