in

Flamengo: elenco não está fechado após contratações e clube quer lateral-direito

Divulgação Flamengo
Publicidade

O Flamengo ainda não fechou o elenco para 2020. Depois de ir ao mercado da bola e anunciar contratações importantes, a diretoria rubro-negra ainda estaria em busca de um lateral-direito.

O Flamengo contratou Pedro Rocha, Pedro e Michael para o ataque. Além de Thiago Maia para o meio-campo e Gustavo Henrique para a zaga. A equipe estaria em busca agora de um lateral para a direita.

Rafinha é titular absoluto da posição e não deve perder a vaga de forma alguma. O que o Flamengo quer é um reserva para o jogador. Orijuela, do Cruzeiro, interessava, mas o Cruzeiro exerceu o direito de compra.

Publicidade

Laterais da base são avaliados

Enquanto pensa em um novo nome para ser o reserva de Rafinha, após a saída de Rodinei, que vai jogar no Internacional, o Flamengo dá espaço a jovens das categorias de base.

Publicidade

João Luas e Matheus França, o Matheusinho, são avaliados neste início do ano. Matheusinho chegou ao Fla vindo do Londrina, onde atuou na equipe profissional. O Mengão vai disputar parte do Campeonato Carioca com o time sub-20.

Marcos Braz fala sobre lateral

O vice-presidente de futebol do clube, Marcos Braz, falou sobre a lateral na apresentação do atacante Pedro Rocha. Ele explicou que no momento não há uma negociação em andamento para a posição.

“Neste momento, não temos nenhum processo andando em relação à lateral direita. Rodinei foi para o Internacional, mas o Flamengo, como falei brincando na semana passada, não é a Seleção Brasileira: requisitamos e eles vêm. Não há nenhuma negociação em andamento”, afirmou o vice de futebol.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Flamengo perde um dos destaques para o futebol espanhol

Grêmio rescinde contrato com Tardelli, e torcedores atleticanos se manifestam: ‘Volta para o galo’