in

Militão no Atlético e Felipe no Real Madrid: caminhos se cruzaram

Goal
Publicidade

No futebol, pode se dizer que já aconteceu um pouco de tudo e tem poucas coisas capazes ainda de surpreender. Porém, sempre tem uma ou outra coincidência capaz de deixar um torcedor de boca aberta de espanto. E seria esse o caso de agora, em Madrid, quando se sabe que os caminhos de dois zagueiros brasileiros se cruzaram completamente. Afinal, o futebol tem sempre suas surpresas. 

Gigantes de Madrid levaram os brasileiros do Porto

No início dessa temporada, na Europa, os dois gigantes de Madrid, Real e Atlético, apresentaram reforços brasileiros em suas linhas defensivas e, curiosamente, os dois times contrataram um defensor brasileiro na mesma equipe, o Porto, de Portugal, que acabou perdendo seus dois titulares de uma só vez. 

Publicidade

No caso do Real Madrid, eles até assinaram Éder Militão em janeiro de 2019, mas o jogador só chegaria no Santiago Bernabéu meses mais tarde, após concluir sua temporada no Dragão. O Real pagou 50 milhões de euros pelo jovem, de 21 anos de idade. Esse era o valor de sua multa rescisória, e não havia nada que o Porto pudesse fazer para evitar sua saída.

Diferente foi o processo por Felipe, o internacional brasileiro de 30 anos que, no final da temporada, chegou a acordo para uma transferência, por 20 milhões de euros. Ainda assim, um valor justo para o Porto, por um jogador já com 30 anos. Ele tem mais experiência que Militão, mas claro que o jovem tem mais futuro em sua frente. 

Publicidade

Destinos poderiam ter sido o oposto

Porém, o que muitos desconheciam é que tudo isso poderia ter acontecido de uma maneira totalmente diferente. É que o Atlético de Madrid também teria se interessado por Militão, quando eles pensaram em um sucessor para a vaga de Godín. Mas Florentino Pérez conseguiu se antecipar, pagando a multa da promessa brasileira. Como Enrique Cerezo estava de olhos postos no Dragão, eles acabaram levando o Felipe, e a verdade é que a aposta não poderia estar correndo melhor para Simeone, já que o brasileiro já é um de seus intocáveis na defesa

Curiosamente, o Real Madrid também teria mostrado interesse por Felipe e apenas teria escolhido Militão, pela questão da idade, uma vez que o zagueiro que o time precisava era para render Sergio Ramos e Raphael Varane, e Felipe já está em seus 30 anos.
Talvez por isso, Militão ainda não tenha conseguido se impor com Zidane. O brasileiro poderia ser mais uma aposta para o futuro. Já Felipe, vai brilhando no rival Atlético.

Publicidade
Next post

Grêmio define futuro de jogadores emprestados e Renato Gaúcho planeja time principal

Cristiano Ronaldo e Marcelo juntos novamente: ‘Não há nada impossível’