in

Messi ‘corta’ cabeças após derrota com Atlético: dois culpados

FC Barcelona
Publicidade

A derrota do Barcelona contra o Atlético de Madrid, na Supercopa da Espanha, levou instabilidade para o elenco novamente. O time até não jogou nada mal, foi quase sempre melhor que o Atlético de Madrid, mas por alguma razão, eles não conseguiram fechar o resultado, mantendo o Atlético vivo na partida. No final, aconteceu novo ridículo e o Barcelona tornou a perder, ficando fora da final.

Valverde novamente criticado no Barcelona

Porém, dessa vez, ninguém vai comparar essa derrota com as que aconteceram com a Roma e o Liverpool, nas últimas Champions League, nem com o Valência, na final da Copa passada. Essa foram piores ainda, mas Ernesto Valverde torna a estar no centro do furacão, criticado por todos os lados.  

Publicidade

Para muitos, essa foi uma das melhores partidas do Barcelona, na temporada. O time foi quase sempre superior, teve as melhores chances, fez quatro gols, dois que foram retirados pelo VAR, e reclamou ainda de alguns lances de grande penalidade, em uma partida em que o Barça foi sempre muito perigoso. 

Publicidade

No entanto, eles foram novamente superados e com uma facilidade impressionante nos últimos 10 minutos da partida, por uma defensiva que não ficou nada bem na imagem. E as culpas caíram novamente para o treinador espanhol, que continua sem fazer amigos no Camp Nou. Para muitos, já passou a hora do treinador ir embora. Porém, de acordo com as palavras do capitão Lionel Messi, no final da partida, o treinador não seria o único culpado.

Messi e dois jogadores sinalizados 

O jogador argentino se mostrou triste com o resultado do time catalão e, especialmente, pelo desempenho individual de até dois companheiros seus. Começando com Sergi Roberto, que jogou em vez de Nelson Semedo na lateral direita e não correu bem para ele, nem no ataque, mas principalmente na defesa, onde ele mostrou muitas dificuldades. A lateral direita do Barcelona continua sendo um problema, desde que Dani Alves foi embora, e quando o time joga contra equipes mais fortes se notam mais ainda as fragilidades dos defensores. 

O outro que saiu mal da partida foi Samuel Umtiti, que teve a oportunidade de começar, em vez de Clément Lenglet, mas acabou comprometendo. Ficou claro para todos que o jogador não tem mais o ritmo competitivo que se esperava dele e as coisas não correram bem para ele. 

Publicidade
Next post

Palmeiras: zagueiro chega para reforçar elenco

Representantes de torcida conversam com Dudu, Felipe Melo e Luxemburgo no Palmeiras