in

Cruzeiro: Alexandre Mattos deixa clube e explica o motivo de ter tomado essa decisão

Divulgação Palmeiras
Publicidade

O Cruzeiro vive um momento bastante turbulento. Em dezembro, o clube foi rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro pela primeira vez em sua história.

A queda para a segunda divisão abalou os torcedores e foi reflexo da má administração da equipe nos últimos anos. No momento, o Cruzeiro negocia redução drástica de salários de jogadores.

Ao cair para a Série B, o Cruzeiro receberá menos dinheiro de cota de TV em 2020 e terá que refazer todo o seu organograma financeiro para esta temporada.

Publicidade

Alexandre Mattos deixa Cruzeiro

O Cruzeiro anunciou Alexandre Mattos como diretor de futebol. O dirigente ficaria no clube antes de se transferir para o Reading, time da segunda divisão do Campeonato Inglês.

Publicidade

Mattos faria um trabalho voluntário na Toca da Raposa. Era uma forma de gratidão ao clube onde trabalhou e fez sucesso na primeira metade da década. Alexandre Mattos explicou o motivo da saída.

“Pedrinho (o empresário Pedro Lourenço) que me levou. Não posso atrapalhar quem entrar no lugar dele. Sempre à disposição do Cruzeiro, mas quem me levou saiu. Não posso ficar por princípios, né?!”, afirmou.

Pedrinho deixa diretoria do clube

O empresário Pedro Lourenço anunciou sua saída do grupo de transição do Cruzeiro. Ele ocupava o cargo de vice-presidente de futebol. Pedrinho é proprietário do Supermercados BH, um dos patrocinadores do clube mineiro.

“As coisas que acontecem no Cruzeiro, a torcida não merece isso, tem que fazer uma eleição, ter um presidente. Peço desculpas por desapontar, mas nunca abandonarei o Cruzeiro”, afirmou o empresário, que citou ainda a dificuldade de se comandar o Cruzeiro neste momento.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Gabigol de volta ao Flamengo? Astro brasileiro aceita salário e acerto está próximo

Jorge Jesus e a agressão de torcedores que virou caso de polícia e fez ele ir depor